segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Indecente: Selvagem Irresístível - Dirty Rowdy Thing - Christina Lauren

Indecente - Selvagem Irresistível
Editora: Universo dos Livros
Autor: Christina Lauren
Ano: 2015
Edição: 1
Número de páginas: 316
Compre aqui:
*Saraiva*Submarino

Aprecio verdadeiramente essa autora, considero seus livros dinâmicos, surpreendentes, extremamente calientes e bem articulados.
Até o momento, não li nenhum livro dela que não atendesse esses adjetivos.
Alguns a consideram machista, eu não vejo assim.
Ela trabalha com fantasias femininas, mas sempre com mulheres fortes que se permitem participar do jogo, nunca sendo vítimas, sempre como protagonistas nas escolhas afetivas.
Segundo volume da série Wild Seasons.
Pode ser lido separadamente, independente.

No primeiro volume, Mia foi com duas amigas comemorar sua formatura em Las Vegas.

Na cidade do pecado, o álcool rolou solto e o trio de amigas acabou a festa contraindo matrimônio em capelas 24 horas.
O primeiro volume desenvolve a paixonite que veio para ficar entre Mia e Ansel.
O segundo, Indecente Selvagem Irresistível, nos traz o reencontro entre Harlow e Finn pós o casamento e divórcio relâmpago, ficaram casados por 12 horas.
Finn é um pescador que reside no Canadá. 
Finn, Ansel e Oliver são amigos de longa data, estudaram juntos e participaram juntos de um projeto de construção de casas populares de bicicleta percorrendo o país.
A ida a Vegas foi uma oportunidade de reencontro e celebração dessa sincera amizade. 
Finn, nesse momento da vida, está passando por dificuldades financeiras e em uma tentativa desesperada de salvar o negócio da família vai a San Diego para encontros com produtores de tv que querem transformar seus negócios em um grande reality show.
Harlow é filha de uma famosa atriz de Hollywood que está passando por sérios problemas de saúde.
O reencontro dos pombinhos ocorrem em meio a inauguração da loja de gibis de Oliver que acaba atraindo toda a trupe para a cidade.
Harlow é uma mulher jovem e impetuosa.
A sinopse oficial a descreve como uma devoradora de homens, achei meio forçado e irreal.
Na verdade, a moça é bastante inteligente e crítica. 
Ainda não encontrou o cara que vale a pena, mas tem critérios de relacionamento e se preocupa com excessos de vínculos.
Na verdade, ela e bastante antagônica, como todos somos, ao mesmo tempo que é liberal e descolada, é também tradicional e se impõe regras do tipo transar com o número de homens limite ao número de dedos da mão.
O romance improvável entre esse casal tão diferente pega fogo.
Existe uma sintonia e uma necessidade mútua de entrega para alívio do stress a princípio, que acaba tomando forma em amizade e afeto.
A grande questão é saber se o amor será capaz de superar tantas divergências de personalidade e cultura.
Um livro doce e intenso, como todos da autora.
Leitura mais que recomendada, ansiosa por mais de Christina Lauren!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)