domingo, 14 de junho de 2015

Sedutor Selvagem Irresistível - Sweet Filthy Boy - Christina Lauren

Sedutor selvagem irresistível
Editora: Universo dos Livros
Autor: Christina Lauren
Ano: 2014
Edição: 1
Número de páginas: 375
Compre aqui:
*Saraiva *Submarino


Posso afirmar que estava com saudade do estilo de Christina Lauren.
Esse é o primeiro volume da série Wild Seasons e ela nunca decepciona.
Confesso que a capa não me atraiu de cara e o título também me gerou certa desconfiança, mas como era de Christina, peguei para ler mesmo com essas reservas.

  • Sedutor Selvagem Irresistível - Sweet Flthy Boy #1
  • Sweet Filthy Morning After #1,5
  • Dirty Rowdy Thing #2
  • Dark Wild Night #3
  • Wicked Sexy Liar #4
Nesse primeiro volume, tudo começa com a formatura da doce Mia e de suas duas melhores amigas, Lola e Harlow.
Comemorando essa grande vitória as três guerreiras se jogam num final de semana selvagem em Las Vegas.
Sei! Meio batido e super explorado!
No entanto, Christina sempre dá um toque diferenciado até a mais comum das histórias.
Chegando a Vegas, ela se sente profundamente atraída por um rapaz bonitão que divide um quarto vizinho aos das meninas com dois amigos.
Ansel é francês e esta com seu amigo australiano e outro canadense se divertindo em Vegas. O trio dedicou um bom tempo de suas vidas em um projeto de viajar os EUA construindo casas populares.
Ansel fica fascinado pela beleza e timidez da americana Mia e não perde tempo em se aproximar.
Após uma noite de muita bebedeira e sexo selvagem, Mia acorda com uma aliança no dedo.
Ao buscar suas amigas, descobre que as três casaram com os três rapazes.
Mia é ponderada, tímida, retraída e carrega dores profundas na alma.
Sempre foi extremamente comedida e possui um relacionamento para lá de problemático com seu pai.
No passado, Mia sonhava ser bailarina e dedicou uns bons anos de sua vida a esse projeto, mas um terrível acidente a deixou por meses no hospital e sacrificou seu sonho, deixando como lembrança uma enorme cicatriz em sua perna.
Enquanto suas amigas estão em polvorosa para anular o casamento fake, Ansel entrega a Mia uma carta que ela teria se escrito na noite anterior, onde ela afirma que sabe que se esquecerá dos motivos que a levaram a pedir Ansel em casamento.
Mia só escreveu, antes disso, uma carta a si mesmo e foi depois de um longo período de depressão e mutismo pós-acidente, assim, esse novo elemento a história, sua carta, não passa despercebida.
A carta faz com que ela adie a decisão de anulação e ela acaba retornando com suas amigas ao lar de sua família.
O pai de Mia é um sujeito interessante na história, ele tem convicções sobre o que é bom e o que será feito da vida de Mia e não economiza palavras desconfortáveis e opressoras para impor seu ponto de vista.
Mia está perdida, não quer seguir com os planos do pai, não sabe quem é e o que quer para seu futuro. Enquanto está pensativa no seu 'lugar preferido do mundo', o zoo de sua cidade, Ansel aparece para te entregar uma cópia da certidão de casamento e convidá-la para passar o verão em Paris.
Aparentemente, na noite da bebedeira, Mia abriu seu coração para Ansel e ele conhece todas as dores profundas de sua alma, seu apoios e suas dúvidas.
O charmoso francês está fascinado pela garota e insatisfeito com o tempo compartilhado.
Outro momento de loucura surge na vida de Mia e ela acaba partindo para Paris, na tentativa de descobrir o que a fascina nesse homem, o que ela é, o que ela pretende ser e como lidar com a consequência de sua escolha.
Um livro que despertou lágrimas, risos, suspiros e amor.
Delicioso e certamente um fechamento com chave de ouro para o ano de 2015.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)