quarta-feira, 23 de julho de 2014

Entrega Total - All In - Raine MIller

Entrega total
Autor: Raine Miller
Editora: Suma das Letras
Ano Edição: 2014
Número Edição: 1
Páginas: 223
Compre aqui:
*Cultura*Saraiva*Submarino

Segundo volume da série Blackstone, assim, teremos spoilers para os que não leram o primeiro livro.


  • #1 - Nua -Naked 
  • #2 - Entrega Total - All In 
  • #3 - Olhos nos Olhos - Eyes Wide Open
  • #1 - Cherry Girl Spin-off (Neil & Elaina, #1) 
  • #4 - Rare and Precious Things (ainda sem título no Brasil)Recapitulando...
  • Contei para vocês que Ethan foi contratado para proteger Brynne, pois, o pai da garota é amigo da fera especialista em segurança.
    Brynne possui um passado misterioso e doloroso, até aqui, não sabíamos os detalhes desse fato, apenas, a versão do pai da moça dizendo que, no passado, ela se envolveu em um escândalo somando sex-tape, um filho problemático de um importante político e seus amigos de uma turminha nada satisfeita com o conceito de certo e errado.
    Brynne saí dessa história com marcas profundas, noites de pesadelo e uma imensa dificuldade de se abrir ao romance.
    Até aqui, com a versão não muito clara, estava pensando que a coisa era meio exagerada, mas nossa mocinha nos revela que a história foi bastante suavizada por seu pai, que ela vivenciou um ataque de absurda sordidez, justificando seu comportamento extremo.
    O que eu não contei para vocês é que Brynne não sabe que Ethan foi contratado para protegê-la, desconhece o perigo que a ronda.
    Isso muda no dia que ela resolve fazer uma visita ao bonitão no trabalho.
    O clima esquenta e enquanto eles praticam uma transa quente, cheia de sentimento, são interrompidos por uma ligação do pai da garota indignado pela descoberta do romance entre o contratado e sua filha. 
    A ligação caí na secretária em viva-voz e ela ouve tudo, descobrindo que o misterioso bonitão provavelmente sabia e até teria visto seu vídeo.
    Desorientada e humilhada, Brynne termina o relacionamento e exige que ele nunca mais a procure.
    É justamente nesse ponto que terminamos o primeiro livro.
    O segundo já começa nos surpreendendo com  a narrativa sendo sob o ponto de vista de Ethan.
    Um Ethan devastado pela dor e tentando montar uma estratégia de ação para recuperar o que é seu: Brynne.
    Brynne agiu no calor do sentimento, mas quando se dá conta que está em perigo, sabe que pode contar com o profissionalismo de Ethan.
    É exatamente isso que a leva a voltar a seus cuidados e consequentemente a seus braços, ligações perturbadoras e um ar de perigo movem nossos personagens.
    O livro apresenta o mesmo ritmo do primeiro, é curto e rápido.
    Me assustou um pouco a postura possessiva de Ethan que se redime, mas não me convence muito.
    Em muitas passagens ele chega a ser muito perturbador.
    Brynne continua no mesmo passo, como não temos acesso ao seu ponto de vista, não entendi como ela viu esses excessos.
    Enfim, comecei o terceiro, quem me acompanha?

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)