quinta-feira, 19 de junho de 2014

A Rosa da Meia-Noite - The Midnight Rose - Lucinda Riley

A rosa da meia-noite
Autor: Lucinda Riley
Editora: Novo Conceito
Ano Edição: 2014
Número Edição: 1
Páginas: 464
Compre aqui:
*Cultura*Saraiva*Submarino

Reza a lenda que esse é o melhor livro dos últimos cinco anos que a minha mãe leu, mas ela fala isso de todos que lê, então...
O fato é que ela nos trouxe essa resenha super inspirada e espero que vocês gostem de ler.
Beijocas! Denise.
Atravessando quatro gerações, A Rosa da Meia-Noite percorre desde os reluzentes palácios dos marajás da Índia até as imponentes mansões da Inglaterra, seguindo a trajetória extraordinária de Anahita Chavan, de 1911 até os dias de hoje. No apogeu do Império Britânico, a pequena Anahita, de 11 anos, de origem nobre e família humilde, aproxima-se da geniosa Princesa Indira, com quem estabelece um laço de afeto que nunca mais se romperia. Anahita acompanha sua amiga em uma viagem à Inglaterra pouco tempo antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial. Ela conhece, então, o jovem Donald Astbury, herdeiro de uma deslumbrante propriedade, e sua ardilosa mãe. Oitenta anos depois, Rebecca Bradley é uma jovem atriz norte-americana que tem o mundo a seus pés. Quando a turbulenta relação com seu namorado, igualmente rico e famoso, toma um rumo inesperado, ela fica feliz por saber que o seu próximo papel – uma aristocrata dos anos 1920 – irá levá-la para muito longe dos holofotes: a isolada região de Dartmoor, na Inglaterra. As filmagens começam rapidamente, e a locação é a agora decadente Astbury Hall. Descendente de Anahita, Ari Malik chega ao País sem aviso prévio, a fim de mergulhar na história do passado de sua família. Algo que ele descobre junto com Rebecca começa a trazer à tona segredos obscuros que assombram a dinastia Astbury.
Acabei de fechar a última folha deste romance que realmente me emocionou. Dizem que quando um livro realmente nos toca a alma temos a sensação de perda pela história que se encerra e uma saudade deste universo de personagens que fizeram parte de nosso cotidiano por alguns dias.
A Rosa da Meia-noite me encantou pela riqueza de detalhes perfeitos onde a história se desenrola por quatro gerações com informações valiosas sobre a aristocracia inglesa e indiana com seus palácios incríveis, marajás, usos e costumes.
A personagem principal Anahita, de origem nobre da Índia, porém de família humilde atravessa as quatro gerações para por claridade em seu romance vivido com Lorde Astbury herdeiro de uma deslumbrante propriedade em decadência pós guerra cuja mãe, ardilosa não hesita em sua desvairada maldade dar um fim a história de amor que surpreende até mesmo ao tempo.
A Rosa da Meia-noite é uma ficção ambientada em um cenário histórico, no entanto a sensação que passa é de uma história real pela riqueza perfeita dos detalhes, que nos mantém em suspenso da primeira a última página.
Mais detalhes? Confesso que foi o melhor e mais lindo romance que tive o prazer de ler nos últimos 5 anos,considerando que leio um livro por semana...
A Rosa da Meia-Noite me levou às lágrimas e me fez pensar que a vida é muito mais surpreendente do que possamos imaginar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)