quinta-feira, 25 de julho de 2013

Obsessão - Rush - Maya Banks

Obsessão
Autor: Maya Banks
Editora: Quinta Essência
Ano Edição: 2013
Número Edição: 1
Páginas: 283
Compre aqui:
*Cultura*Saraiva*Submarino

Já falei algumas vezes de Maya Banks por aqui, mas como faz um tempinho, vou contar um pouco da minha história com essa autora.
A primeira vez que li Maya foi em 'A mulher dos Colters' que é um romance super bizarro e pornográfico.
Depois disso, ouvi várias críticas positivas de uma séria dela chamada KGI e devorei inteira (tem resenha aqui no blog).
Descobri que Maya escreve muito bem e sempre com uma sensualidade exacerbada.
Quando soube que Quinta Essência publicaria uma série dela, fiquei tão empolgada que comprei ainda em lançamento e passei na frente de minha extensa, infindável, fila.

Essa série conta a história de três homens muito bem sucedidos: Gabe, Jace e Ash.
São melhores amigos desde a faculdade e sócios em uma gigante rede hoteleira.
Neste primeiro volume, conhecemos Gabe e suas estranhas preferências sexuais.
Gabe guarda há alguns anos uma crescente atração pela irmã caçula de Jace, Mia.
Durante uma grande inauguração, Mia resolve fazer uma surpresa ao irmão e surge sem aparecer.
No entanto, a surpreendida foi ela, pois seu irmão já havia se retirado.
Gabe é instantaneamente seduzido por Mia quando ela entra no evento e a ausência de Jace acaba facilitando seu acesso a moça.
Mia é uma moça, doce, meiga, inteligente que perdeu os pais muito cedo.
Seu único irmão, Jace, assume a responsabilidade por sua criação sempre lhe dando suporte, o que ele não sabia era que Mia sempre teve uma 'paixonite' por Gabe.
Gabe é 14 anos mais velho que ela e sempre foi muito ligado a Jace, ajudando-o quando as coisas ficaram tensas, ele era uma amor impossível para Mia.
Quando ele a abraça e beija possessivamente, ela nem acredita que possa ser verdade, menos ainda quando ele autoritariamente exige sua presença no escritório no dia seguinte.
Gabe faz uma proposta indecente a ela, seu desejo é que Mia trabalhe como assistente pessoal dele e que aceite ser sua amante.
Porém, Gabe é praticante de BDSM: Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo.
Sendo um homem rico e visado, Gabe já experienciou um escândalo quando da ocasião do primeiro divórcio.
Sua ex, Lisa, o acusou de ser uma amante abusivo e agressivo. 
Um homem de gostos perversos.
Quando ele decide pegar Mia para si, já está ciente que o melhor é firmar em contrato o que significa uma relação com essa característica.
Desde o primeiro contato, Gabe deixa claro que não haveria sentimentalismo, apenas sexo de excelente qualidade.
Mas uma atração tão antiga não poderia ficar só no sexo, não é verdade?
Ele não arriscaria uma longa e leal amizade com Jace só por sexo excêntrico.
Vi muitas pessoas comparando Obsessão com 50 tons de cinza e não entendi muito porque tanto alarde.
As únicas semelhanças são a prática de BSDM e o contexto contratual.
Que aliás, ao que me consta não é tão incomum formalizar regras entre os praticantes.
No mais é uma história bem diferente.
Mia é uma moça bastante experiente na vida e Gabe tem suas limitações, mas em nada extremas como as de Grey.
Aliás, ele é mega fofo com os pais que vivem um momento de crise conjugal.
Maya é extremamente detalhista nas partes sexuais, portanto, esse livro não deve ser lido por meninas.
No que diz respeito as passagens BSDM, ela é extremamente suave e nem palavra de segurança eles usam, já que visam atuar nesse quesito só superficialmente.
O livro é delicioso, devorei em poucas horas de leitura e a única ressalva que faço é sobre a finalização.
Sabe quando parece que o prazo da autora acabou e ela tem que correr para terminar?
Foi o que me passou nesse final, Maya foi simplista e até piegas com as escolhas finais.
No mais, um livro para fãs de uma literatura mais ousada e picante co uma capa linda e uma edição bem trabalhada e revisada, encontrei poucos erros.

4 comentários:

Bruna Britti disse...

Bom, eu tava com o pé atrás pq a maioria falou isso que vc disse, que era igual 50 tons, blá, blá. Mas é como a gente tava conversando outro dia, Maya é Maya né? rsrsrs Gostei do enredo e da sua resenha, o Gabe parece ser uma dilícia *.* hahaha E como a gente sempre bate nas leituras, rsrs vou dar uma chance! Beijos!

Josenaide Santos disse...

Oi, linda, passando pra avisar que você ganhou um selinho no meu blog, vem conferir!
Beijos!
http://imagineummundonovo.blogspot.com.br/2013/07/selotag-versatile-blogger-award.html

Gabi Graciosa disse...

Nossa, eu fui lendo sua sinopse do livro e pensei "hmmmm 50 Tons de Cinza?" aí você vem e fala que não tem nada a ver! ahhaha
Adorei a resenha, Dede!

Ana Carolina Vivan disse...

Acho que as pessoas não entenderam a essência de 50 tons.
Adorei a resenha!

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)