domingo, 26 de maio de 2013

A estrada da noite - Heart-shaped box - Joe Hill


A estrada da noite
Autor: Joe Hill
Editora: Arqueiro
Ano Edição: 2013
Número Edição: 1
Páginas: 254
Compre aqui:
*Cultura*Saraiva*Submarino

Livro sugerido para discussão do Floripa book club.
Há tempos guardo curiosidade pela obra de Joe Hill.
Para quem ainda não sabe, o menino é filho do todo poderoso Stephen King.
Intimidante?
Ele mostra qual a qualidade do sangue que circula em suas veias e não decepciona.
No Brasil, Joe tem dois livros publicados, este e 'O pacto' que ganhará uma versão cinematográfica com lançamento ainda este ano.
Já em sua terra natal, ele possui inúmeros títulos e já é muito bem conceituado.

Em 'A estrada da noite', conhecemos Judas Coyne uma lenda do rock pesado, cinquentão, que possui uma mania esquisita de colecionar bizarrices como: fitas de polícia com assassinatos reais ou um laço usado num enforcamento.
Quando seu assessor lhe comunica que há um estranho leilão na internet, ele dá o maior lance sem hesitar.
No leilão, uma mulher da Florida anuncia o fantasma do padrasto recém falecido, alega que sua presença tem assustado a filha e que por isso estaria disposta a vendê-lo no melhor lance.
Ela explica que o cidadão aparentemente está vinculado a um terno que deveria ter sido usado em seu enterro.
Tendo esse pedido ignorado, ele teria se vinculado a peça.
Não querendo correr o risco de perder essa chance, Judas corre em busca da assombração.
Após alguns dias, recebe da transportadora uma caixa em forma de coração com um terno velho dentro.
A princípio não dá muita importância, até que estranhos fenômenos começam acontecer.
Passa a ser espreitado pela sinistra presença de um senhor com ares nada amigáveis e olhos riscados.
Há uma estranha ameaça no ar, a ameaça de sua morte.
Vozes de comando anunciam não somente sua morte, mas também a de quem estivesse ao seu redor, de quem ousasse lhe prestar ajuda.
Assustado com a força da alma, Judas parte em busca de informações sobre a vendedora e seu padrasto e descobre que ambos estão interessados em vingança.
O fantasma é padrasto de Anna, chamada por Judas de Flórida, antiga fã e amante com problemas mentais que após ter sido abandonada pelo astro, teria cometido suicídio.
A vendedora é a segunda enteada do fantasma  irmã da falecida.
A ameaça se torna ainda mais palpável, quando seu assessor parte desesperado avisando que não poderia retornar.
Em uma tentativa alucinada de se salvar, Judas caí na estrada com sua namorada exótica e seus dois cachorros, atravessando o país em busca de uma solução.
Adorei a construção dos personagens.
Judas, a princípio, me causou náuseas, mas pouco a pouco tornou-se um dos brutos mais fofos.
Anna que me parecia uma completa encrenca, nos flashbacks de Judas, mostra a dimensão de sua dor e sua origem apavorante.
Já a atual namorada gótica, Marybeth, ou como ele a chama 'Georgia', começa como uma louca superficial e mostra toda dimensão de seu sentinmento.
Judas é um homem sofrido, problemático, com relações familiares complicadas.
Com tal histórico, acaba sempre atraindo parceiras igualmente complexas, pessoas a quem ele compreende em sua magnitude.
Um thriller psicológico estarrecedor.
Recomendadíssimo aos amantes do gênero.



6 comentários:

Elaine Cristina disse...

hummmm....amei....

Karine Braschi disse...

Comprei esse livro junto com O Pacto e estou mega curiosa para ler. Não vou nem ler sua resenha porque não quero saber nada da história! Até a sinopse eu pulei hahahaha.
Ah, tô seguindo o blog (não sei se já falei isso, mas ok).

Um beijo, Karine Braschi.
Geek de Batom. (@geekdebatom)

Denise Ayres disse...

Obrigada, meninas! =**

Anônimo disse...

Adorei!
Nunca li nem pai, nem filho.

Ana Carolina Vivan disse...

Não é mto meu estilo, mas fiquei curiosa.

Adorei a resenha!

Anônimo disse...

Gostei, hein?

Beijo

Dani

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)