domingo, 3 de fevereiro de 2013

Sob a Redoma -Under the dome - Stephen King

Sob a redoma
Editora: Suma das Letras
Autor: Stephen King
ISBN: 9788581051130
Ano: 2012
Edição: 1
Número de páginas: 960
Compre aqui:
*Cultura*Fnac*Americanas


Vergonhosamente, assumo que nunca tinha lido nenhum livro de Stephen King.
Claro que não sou de toda ignorante, conheço várias adaptações dele ao cinema e guardo como as prediletas 'O iluminado' (sei, é cliché falar essa) e 'A tempestade do século'.
No entanto, há tempos tenho vontade de me prender em um de seus livros.
O problema é que sou facilmente impressionável e profundamente medrosa.
Para vocês terem uma ideia, passei SEIS meses dormindo com minha filha por causa do livro 'Horror em Amityville'!! Juro, não é exagero!
Antes de realmente me interessar por 'Sob a redoma', vi um pedaço de episódio perdido dos Simpsons onde o senhor Burns reproduzia o feito de King sobre Spring Fieds.
Achei o máximo, Sr Burns de um helicóptero comandando o espetáculo com o livro de King em punho!!
Sensacional!!
Como tenho parceria com a Suma das Letras, acabei pedindo o livro para resenha e gente!!!!
Estou pasma até agora!
Imaginem a seguinte situação:
Sem nenhum aviso um bloqueio invisível é criado nos limites de sua cidade, isto, interrompendo fornecimento de energia e impedindo entrada de mantimentos, remédios, ajuda médica.
Como não houve aviso, todos que circulavam nos limites no 'horário da redoma' sofreram com sua formação.
Carros bateram em algo que não viam e não existia, um avião se chocou com o campo de força e matou seus tripulantes, uma senhora que trabalhava na horta teve seu braço mutilado e até mesmo uma marmota, que se dividia entre os limites da cidade, teve seu corpo partido em dois.
Até as pessoas entenderem as consequências desse limite intransponível, muito de suas reservas serão usadas desnecessariamente.
Pior! Quando se derem conta, o pânico se instalará!
Paralelo a isso, nos angustiamos com um psicopata a solta que é politicamente incorporado a força policial da cidade.
O livro tem 954 páginas, portanto teremos vários personagens que crescerão na história e roubarão nossa simpatia, mas cuidado, estamos lendo Stephen King!
É prudente pegar e não se apegar a ninguém.
O ex-militar capitão Barbara (conhecido por Barbie) teve um desentendimento com os mimados filhos de elite de Chester Mill e estava se retirando da cidade, quase no limite, quando a redoma foi formada.
Por sua cultura militar, desde o início do livro sentimos que ele será um personagem decisivo para a sobrevivência da cidade, também compartilhamos sentimentos angustiantes por sua desavença com os 'bad boys' e as tensões que isso gera.
Ao saber que 'um dos seus' está na cidade, o coronel Cox prontamente faz contato com a jornalista local pedindo auxilio para localizá-lo.
Pronto! Está feita a associação mais proveitosa do livro, Barbie e Julia contra os malfeitores! haha
Um personagem que me despertou sincera e prudente admiração foi Joe Espantalho.
O guri é um nerd revolucionário que vislumbra antecipadamente ao que todos os acontecimentos podem levar.
Ele organiza passeatas acusando os militares do que está ocorrendo e percebe que o poder foi dado as pessoas erradas, temendo o que a polícia pode vir a causar de estrago na vida dos cidadão apavorados.
Com uma trama tão complexa e tantos dramas paralelos, foi sábio de King colocar um glossário de personagens no início do livro, várias vezes me peguei recorrendo a ele para me situar.
O forte do livro é a teia de relacionamentos entre os moradores.
A forte influência do figurão e vereador que é o grande contraventor Big Jim sob uma população que ignora as consequências de ser negligente com suas escolhas eleitorais.(já vimos isso antes??)

Realmente, ele tem o perfil do Sr Burns. Manipulador, sedutor, egoista e perverso.
Um livro denso, complexo, extremamente bem estruturado e narrado.
Para se ler com calma.
Sei o que vocês estão pensando... 954 páginas é bem intimidante, mas juro que valem a pena, uma à uma delas.
Agora me resta ler os dois livros do filho de Stephen King, Joe Hill, que já soube também não deixam nada a perder!

9 comentários:

daniela de abreu disse...

Oi, Dê!
Então... o número de páginas até que é intimidador, mas o preço é ainda mais hehe (apesar de ser compreensível devido a toda riqueza da trama, ao fato de ser um autor já consagrado e de o livro ser realmente muito grande)
Ainda não li nada do Stephen King e acho que preciso me preparar psicologicamente para tal, mas tua resenha conseguiu me convencer que Sob A Redoma vale a pena - tinha lido algumas outras que tinham me deixado meio em dúvida se eu iria ou não gostar da história.
Pretendo ler George Martin esse ano - ganhei o box pocket da Leya - e acho que depois dos múltiplos lutos de Game of Thrones talvez eu esteja mais estruturada psicologicamente para ler Stephen King.

(no clube do livro tu me conta o que desencadeou a existência da redoma?)

Thays Fructuoso disse...

Me identifiquei com o início da sua resenha hihihi quando se trata do Stephen King fico com um pezinho atrás por ser medrosa para o tipo de história que ele escreve.
Dele eu só li A Torre Negra, mas as HQ's, então não é tão aterrorizante em se tratando da escrita propriamente dita, porque tem umas ceninhas meio trash, mas ok.
E realmente, esse número de páginas é intimidador!
Não acho nem só pelo tempo que eu levaria lendo, mas porque acho muito desconfortável um livro muito grande, ele pesa na mão, não dá para levar em qualquer bolsa nem para qualquer lugar.
Mas é bom saber que cada página valeu a pena, se um dia eu tomar coragem para ler, já tenho uma crítica positiva!

Beijos

Ana Caroline Lima disse...

Não sabia que o Joe era filho do Stephen, JURO! Se você não tivesse comentado isto neste post eu iria morrer e não iria saber, nossa!
http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

Bruna Britti disse...

Dê, amei a resenha!
Quando vi o tamanho do livro, bem que assustei, rsrs. Eu passei para uma amiga que é fã do Stephen, mas fiquei curiosa para ler. Entretanto, sou igual você, qualquer coisinha mínima e eu já assusto. Evito 99,9% livros e filmes de terror, porque sei que vai ficar na minha cabeça por dias e, como você, não vou conseguir dormir, hahahaha Além disso, essa mesma pessoa me fez um resumo dos principais livros do Stephen, e só de imaginar a cena já ficava com medo kkk Não vou ler tão cedo.

Ela tbm me falou um pouco desse livro. Traz uma msg bastante interessante, não? Esse eu tenho vontade de ler, hora que ficar baratinho (quem sabe, a esperança nunca morre rsrs), eu leio. Beijos!

Ariana Alves disse...

Sou outra que não sabia que o Joe Hill é filho do King.
Tenho esse livro do King mas estou esperando uma oportunidade mais tranquila p pegar para ler pois parece ser viciante.
Tenho "O pacto" tb mas é outro que ainda não li, rss
Preciso começar com essas leituras logo ^^
Bjus!

NeyaRa disse...

Menina, o King é o máximo, mas seus livros eu leio com um certo cuidado, alguns eu consigo ler todo de uma vez, outros tem que ser em pequenas doses, pois se não eu fico sonhando com o livro, e isso não é legal, hauauhau. Passei noites sonhando com o Rose Madder, que é um livro de um cara que bate na mulher, passei noiteees sonhando com esse cara, morrendo de medo, uhauahauha. King é o mestre, né?!
To doida pra ler esse livro *.*

Beijo

Jacque disse...

Tô doida pra ler esse livro mas confesso q o "tijolo" me desanima!!..rsrs vou esperar um pouquinho pra ver se sai em e-book...vai facilitar MTO a minha vida...rsr eu já adoro histórias de terror e as de King são clássicas..rsrsrs AMEI o filme Rose Red (com suas 3 horas de duração...srsr) mas esse 'A tempestade do século' eu ñ vi ainda...vou procurar...
Gostei mto também de "O talismã"...embora algumas coisinhas assustadoras, é mais de aventura e é mto interessante acompanhar a jornada do protagonista, q é um menino ainda...bem legal.
Li os dois livros do Joe Hill (ele tem 3 mas o outro ñ me animou) e sabia q ele era filho do King...soube antes de comprar "A estrada da noite" e fiquei mais interessada depois disso..rsr dos dois preferi esse, história mto, mto boa e ainda mais aterrorizante q as do King (juro!) mas O pacto tb é bom...passa uma msg interessante ;-)

Renata Kerolin disse...

Tbm nunca li nenhum livro do Stephen King, mas estou quero muito ler Sob a Redoma e lendo sua resenha a vontade só aumentou. Vi esse ep dos Simpsons, achei divertido. Não me assusta o número de páginas, e sim o preço do livro, tá muito caro :/
Espero que logo tenha uma super promo p eu poder comprar.

juliano cesar de oliveira disse...


Oi adorei sua resenha....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)