sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Laços inseparáveis - Where we belong - Emily Giffin

Laços Inseparáveis
Editora: Novo Conceito
Autor: Emily Giffin
ISBN: 9788563219473
Ano: 2012
Edição: 1
Número de páginas: 445
Compre aqui:
Eu e minha fofa amiga Cibele, do Eu leio, eu conto, somos fãs da divíssima (neologismo puro) Emily Giffin.
Como decidimos fazer uma leitura em conjunto, para discutirmos juntas, acabamos optando por fazer uma resenha em quatro mãos, já chamada antes no blog da Ci por resenha dupla.

O que está em azul e itálico é da Cibelinda. s2

Recentemente, Emily Giffin se envolveu em uma polêmica onde questionou de forma contundente uma crítica a um de seus livros.
A polêmica foi tamanha que gerou borborinhos na internet e até em terras tupiniquins se falou muito disso.
E eu nem fiquei sabendo haha

Autores 'pitizentos' são corriqueiros no Brasil, mas uma musa internacional, bem sucedida e que vende all the world gera muito mais ibope e perplexidade.

Tive a chance de conhecer Emily pessoalmente na Bienal do Rio de 2011 e afirmo que ela esbanja simpatia e fofurice.
E o melhor é que ela é "gente como a gente". Ela chega toda chique vestida num tubinho, mas daqui a pouco está contando histórias fofas sobre os filhos e perguntando se a gente acha que os novos boatos sobre a Jennifer Aniston são verdade.

Enfim, aos juízes que a descartaram devido a polêmica, tenho um conselho:
Leiam UM livro dela. Qualquer um. Sério!
Emily Giffin é uma das poucas autoras que conheço que escreve chick-lit com profundidade.
É impossível ler um livro seu sem reflexões éticas.
Ela sempre explora todos os lados de uma mesma questão e nos faz pensar se há um lado certo, se há um lado errado...
E é isso que eu mais gosto nos livros dela. Ela sempre pega um assunto polêmico e normalmente foca no lado que julgaríamos errado em outra situação. A mulher tendo um caso com o noivo da melhor amiga (O noivo da minha melhor amiga). A outra querendo trocar o marido perfeito por um ex (Ame o que é seu). Essas coisas.
Em Laços Inseparáveis temos uma mulher bem sucedida e uma menina em busca de suas origens.
A narrativa se dá ora sob o ponto de vista de Kirby, ora sob o ponto de vista de Marian. (repetindo a fórmula de Questões do coração)
Marian é roteirista de um famoso seriado de tv americana, namora com o galã e CEO da emissora e sua maior frustração é não ter posto ainda um anel de noivado no dedo.
É uma autentica moradora da Big Apple, consumidora de marcas caras e com uma vida superficial.
No entanto, ela vê sua vida de pernas pro ar após uma batida a sua porta.
Marian possui um segredo tão secreto que a única pessoa de seu universo que conhece é sua própria mãe.
Há dezoito anos, se apaixonou perdidamente por um rapaz seu boa família ou boas perspectivas de futuro. Desse amor ela herdou um bebê.
Uma mulher que doou o bebê pra adoção? Polêmico, eu avisei.
Como estava as vésperas de ir a faculdade, ela decide dar o bebê para adoção.
Uma das cláusulas da adoção é manter seus dados atualizados e ter ciência que aos 18 anos a adotada teria acesso a seus familiares consanguíneos.
Kirby é uma jovem espirituosa, introspectiva, foi criada com muito amor e sabendo de sua condição de adotada.
Seus pais não poderiam ter filhos e aguardaram ansiosos pela chance de adotar um bebê.
Logo após a adoção, como por um milagre, sua mãe acabou engravidando de Charlotte.
Kirby sempre soube das diferenças físicas que possuía da irmã, mas o mais complicado de lidar era com as diferenças de personalidade.
Charlotte sempre tão perfeita, popular, boa nos esportes, nas notas.
Kirby sendo introspectiva e possuindo talentos musicais destoava da família e se pega ouvindo uma conversa entre seus pais sobre sua origem e a falta de conhecimento que possuíam dela.
Reflexiva e curiosa ela se lança a explorar uma das grandes questões filosóficas que temos: 'de onde vim'
Assim, Kirby chega a porta de Marian e dá início a grandes mudanças de vida para ambas.
Isso felizmente acontece bem no começo do livro e a história se desenrola a partir do encontro de mãe e filha. O livro não se trata da expectativa das duas se conhecerem, mas sim das coisas boas e ruins que isso pode trazer.
O livro é forte, intenso, Emily (como sempre) nos brinda com a oportunidade de assistir a evolução de uma personagem mesquinha, de ver sua humanização.
Aliás, conhecer seus pontos de vista a tornam tão próxima de nós que é assustador.
Quando a história termina  deixa um vazio e uma vontade de ler mais, de saber pra onde aquilo vai...
Conhecendo Emily com certeza esses personagens vão aparecer rapidinho nos próximos livros. Se tiver chance - e se lembrar - vou tentar perguntar isso pra ela na Bienal.
*Te lembro, Ci, de perguntar!
Chorei em vários trechos, obviamente me identifiquei muito com o drama.
Engravidei aos dezessete anos, estava no terceirão e me preparando para o vestibular quando me dei conta que meus planos estavam suspensos por uma convidada especial, mas não planejada.
Uma legião de pró-aborto bateu a minha porta e no meu drama pessoal só pensava que tudo não passava de um sonho.
Fiz as escolhas que julgava certas na época e hj tenho uma filha de 18 anos, tem como não me identificar?
Tem como não me por no lugar dela?
O legal é que mesmo eu, que tenho 26 anos e nunca passei por nada sequer parecido, consegui me identificar.
Chorei, chorei muito vendo o drama pessoal delas e as consequências que a isso se dá.
Livro lindo!
Um livro para se refletir sobre segredos, mentiras, omissões e escolhas inconsequentes.

Para que vocês tenham oportunidade de ler o livro também, faremos um sorteio do livro, então...
Participem abaixo!
a Rafflecopter giveaway


23 comentários:

Biazinha disse...

Linda resenha ,os livros dela são mesmo emocionantes e você se envolve tanto com os sentimentos dos personagens,e tem aquela coisa der não ser politicamente correto e uns torcem para amiga que quer roubar o noivo da outra,outros pela pobre amiga traída.

Recomendo todos os livros dela,pois todos são lindos e emocionantes assim com esse!!!

parabéns pela sinceridade e por toda emoção que colocou na resenha!!!!

bjsss

Bianca

http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

Janaina B. disse...

Oi, meninas!
Que resenha tudo! Deste jeito, com comentários todos juntos, eu nunca tinha lido. Parece uma conversa. Muito bacana!
Falando sobre o livro, também gosto muito da autora (uso aqui o gosto muito, mas é óbvio que vocês duas vão mais longe, né? rs) e logo que soube desse novo livro, uau, fiquei maluca! Antes eu ainda considerava os livro dela chick-lit, mas não sei se com todas as ~polêmicas~ que envolve ainda cabe nesse gênero (sem bem que Marian Keyes também usa uma fórmula similar, não é?). Enfim... Já bufei de raiva com os dois livros dela que pude ler e acho que com esse e os outros (que já tenho) não será muito diferente.
Sinto que, mesmo não me encaixando na história, vou me emocionar pois só a resenha já mexeu comigo. ~manteiga derretida~
Enfim, participarei do sorteio. Quem sabe não dou sorte?

Mey disse...

Comecei a ler Ame o que é seu e deixei de lado, achei chato, não consegui sair do lugar. Mas pretendo retomar, acho que n estava no meu momento. Tenho Questões do Coração, mas não li tb. Gosto de historias fortes e polemicas. Então acho que posso gostar desse livro. Espero ter a oportunidade de ler. bjksss

cristiane disse...

Ai Deus, eu quero o livro!!!! Amo os livros dessa autora por serem reais, por conseguir imaginar aquelas pessoas vivendo em outro lugar e passado por tudo aquilo. Sempre me sinto assim quando termino um livro dela, imaginando alguém vivendo aquilo. Acho bem legal essas histórias dela e amei essa nova *-*

Laís Guerra disse...

Já me recomendaram! Falta só ganhar vergonha na cara e ler! participando do sorteio, venha sorte que nunca tenho, pode vir, eu deixo! Excelente resenha

Leidy disse...

"Quando a história termina deixa um vazio e uma vontade de ler mais, de saber pra onde aquilo vai..." foi exatamente isto o que senti quando terminei de ler esse livro às 2h10 da madrugada da última segunda feira, hehe.
Emily Giffin mais uma vez me surpreendeu com a sua maravilhosa capacidade de escrever histórias complexas e emocionantes de um jeito cativante e envolvente, e põe envolvente nisso rsrs.
Será que há alguma possibilidade, ainda que remota, desse livro ter uma continuação? O final meio que nos sugere isso... Seria muito bom se isso acontecesse.
Ah, Adorei a resenha a quatro mãos rs, ficou muito boa mesmooo!

Marina Kolling disse...

Adorei a resenha escrita por duas pessoas, ficou muito interativa e gostosa de ler ja que o formato e tao parecido com um dialogo. Ja li Babyproof da Emily e nao gostei tanto assim, talvez por nao ter me identificado com a historia! Imagino quanto a leitura tenha sido emocionante para ti, Denise, obrigada por ter dividido sua historia com a gente! Bjos

As aventuras de Janine e Bercô disse...

Muito boa resenha!

Bruna Alves disse...

Estou de olho nesse livro a um bom tempinho. A resenha maravilhosa feita por vocês me fez querer lê-lo mais ainda, por isso parabéns. Amo os livros da autora por serem reais, e estou animada em poder participar do sorteio. Beijos!

Débora Jacqueline Nascimento de Jesus disse...

Olá,td bem?
Já conhecia o livro,porém,ainda não tive oportunidade de lê-lo.
Apenas li algumas resenhas e adorei.Com a sua não foi diferente.Simplesmente preciso ler esse livro.
Bjos

Maristela G Rezende disse...

Gostei muito da sua resenha, como não poderia deixar de ser, uma vez que todas elas são sempre muito boas. ainda não esse livro e espero fazer isso em breve.

Marta Ribeiro disse...

Adorei, me deu mais vontade ainda de ler depois dessa sua resenha,parabéns,bjs.

Rúbia disse...

Muito legal essa dinâmica de resenha dupla. Deixa tudo ainda mais divertido.
O livro parece ser muito bom mesmo...fiquei só na vontade agora...
A Emily sempre arrasa...
Parabéns meninas pelo trabalho!!!

Daniela disse...

Morro de curiosidade de ler este livro!
Super participando!
Vamos ver se eu tiro a sorte grande!
^_^

Dani / @daride

Ariana Alves disse...

Que linda resenha ainda mais ao saber o tanto em comum que uma de vcs tem com a história do livro.

Gostei da forma de resenha dupla, rss, intercalando os comentários^^

Bjuuss

Luciana Brito disse...

Só pela resenha já dá para imaginar como esse livro é tocante. E nem digo só pelo fato de tu ter se identificado com a história, mas pelo fato de o tema em si já ser bem delicado.

Alessandra Barros disse...

Acredita que até hoje nunca li os livros da Emily Giffin? Logo eu que estou numa fase chick lit. Eu sempre leio que os livros dela são realistas, dramáticos e tragicômicos. Ai, adorei a resenha coletiva. Fiquei super curiosa! Preciso chorar lendo Laços Inseparáveis.

Greiciely disse...

Eita, depois de ler a resenha fiquei meio sem graça de dizer que li o noivo da minha melhor amiga e nao achei isso tudo. Lendo resenhas dos livros da autora percebo que isso do cotidiano e de nao ter certo e errado é caracteristica dos livros dela, achei legal, mas fiquei sem saber como classifica-lo, nao gostei muito, mas. Nao foi ruim…
Esse me chamou atenção justamente isso de o livro se passar quando a mae conhece a filha e nao a busca, a gente sempre quer saber o que acontece depois e os livros geralmente nao contam. Fiquei curiosa com ame o que é seu agora, ele e esse da resenha sao os que faltam pra completar minha coleção da autora, espero te-los e ler em breve.
Bj

Greiciely disse...

Eita, depois de ler a resenha fiquei meio sem graça de dizer que li o noivo da minha melhor amiga e nao achei isso tudo. Lendo resenhas dos livros da autora percebo que isso do cotidiano e de nao ter certo e errado é caracteristica dos livros dela, achei legal, mas fiquei sem saber como classifica-lo, nao gostei muito, mas. Nao foi ruim…
Esse me chamou atenção justamente isso de o livro se passar quando a mae conhece a filha e nao a busca, a gente sempre quer saber o que acontece depois e os livros geralmente nao contam. Fiquei curiosa com ame o que é seu agora, ele e esse da resenha sao os que faltam pra completar minha coleção da autora, espero te-los e ler em breve.
Bj

Genilda Silva disse...

Que maravilha, eu ganhei!!!! \o/
Já respondi o e-mail com meus dados, muito obrigado!

Genilda Silva disse...

Que maravilha, eu ganhei!!!! \o/
Já respondi o e-mail com meus dados, muito obrigado!

Genilda Silva disse...

O livro chegou lindo e maravilhoso, muito obrigado, amei!

Angela dos Santos Silva disse...

Adorei a sua resenha e ainda mais o seu blog! É lindooo
já estou seguindo... suas resenhas são incriveis

www.geehzbookshelf.blogspot.com.br

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)