domingo, 23 de dezembro de 2012

O Hobbit - Uma jonada inesperada

O Hobbit
Titulo Original: The Hobbit: An Unexpect Journey
Elenco:Martin Freeman, Ian McKellen, Richard Armitage, James Nesbitt, Adam Brown, Aidan Turner, Dean O'Gorman, Graham McTavish, John Callen, Stephen Hunter, Mark Hadlow, Manu Bennett, Peter Hambleton, Ken Stott, Jed Brophy, William Kircher, Jeffrey Thomas, Mike Mizrahi, Cate Blanchett, Hugo Weaving, Elijah Wood, Andy Serkis, Sylvester McCoy, Lee Pace, Bret McKenzie, Barry Humphries, Benedict Cumberbatch
Gênero: Fantasia, Aventura
Duração: 170 min.
Origem: Estados Unidos, Nova Zelândia
Estreia: 14 de dezembro de 2012
Direção: Peter Jackson
Censura: 14 anos
Ano: 2012

Ainda lembro quando vi a primeira vez o trailler de 'O Senhor dos anéis', meu coração palpitou.
Fomos a pré-estreia e ao fim do filme a sensação era de êxtase.
Foram três anos de de ansiedade e espera.

Quando, finalmente, foi anunciado o lançamento de 'O Hobbit' fiquei em estado de graça.

Infelizmente, a pré-estreia foi na semana mais tumultuada do ano, Gabriella faria vestibular e eu seria companhia nessa empreitada.
Então, só consegui assistir essa semana e estou apaixonada.
O filme começa no dia do aniversário de Bilbo Bolseiro, mesmo início de 'O Senhor dos Anéis', há uma breve cena e regredimos 60 anos na história.

Bilbo Bolseiro tinha uma vida tranquila na Vila até conhecer um mago chamado Gandalf.
Gandalf decide que ele seria o escolhido a participar de uma aventura.
Mesmo discordando, ele se vê com 13 anões bagunceiros e comilões em sua casa.
Aos poucos, Bildo simpatiza com a causa dos anões, que tiveram seu lar roubado por um dragão e hoje vivem como nômades, e embarca nessa perigosa e possivelmente fatal viagem.
Vejamos, temos 13 anões, um mago e um hobbit nessa aventura e as diferenças raciais são constantemente pontuadas.
Bilbo é constantemente alvo de piadas e preconceitos, mas se mantém fiel a causa.
Durante esse percurso épico ao Reino de Erebor, voltamos a Valfenda, reencontramos Galadriel, Elrond  e Saruman (eu já acho que ele está aliado ao mal desde aqui), enfrentaremos trolls, aranhas gigantes e conhecemos o caricato mago Radagast, o Castanho, um ser que possui uma relação estranha com animais e foi o primeiro a ver indícios de um mal ainda não associado a Sauron.
Meu retorno a Terra Média foi emocionante!
Há uma clara costura na história, fazendo neste filme uma ponte que amarre a uma hexalogia ao Senhor dos Anéis.

Assistimos a cena que Bilbo descreve em seu aniversário, onde ele enfrenta três trolls burros e os 'enrola' para que o dia amanheça e os transforme em pedra (emocionante).
O momento que parei de respirar e sofri de bradicardia foi quando Bilbo, escapando de orcs, cai nas profundezas de Goblins e conhece Gollum e seu precioso tesouro.
A cena está um pouco diferente da apresentada em 'O Senhor dos Anéis', durante o drama do encontro desses fundamentais personagens para a criação desse universo, me emocionou bastante o ponto onde Bilbo quase mata Golum, foi impossível não recordar as palavras de Gandalf:

Pena que Bilbo não matou Golum quando pode? Foi justamente a pena o que o levou a não matá-lo. Muitos que vivem merecem morrer e alguns que morrem merecem viver. Você pode lhes dar vida? Então não seja tão ávido para julgar e condenar à morte. Mesmo os muito sábios não conseguem enxergar tudo. Sinto que ele terá um papel importante nessa história, para o bem ou para o mal - Gandalf 'O senhor dos anéis' - (mais ou menos isso que ele fala, se minha lembrança não é falha)

Creio que o filme poderia ter sido mais 'enxuto', mas eu, que sou fã que relembra as falas, amei cada segundo.
O filme faz pontes emocionantes com as cenas mais deliciosas da trilogia já vista, não tem como não se encantar.

O resultado de retorno das bilheterias não me surpreendeu, cinemas lotados e pessoas delirantes são comuns. (eu por exemplo)
Fiquei bastante impressionada com a fidelidade dos primeiros filmes depois de uma década.
Raciocina comigo, esse filme se passa 60 anos antes da trilogia que vimos há uma década e nossos bravos atores estão todos lá, enxutos!
Sei que existe uma gama de tecnologia e maquiagem a disposição para dar esse efeito de 'fonte da juventude', mas não tem como não se surpreender, certo?
O filme não é perfeito, nem todos vão amar, mas para mim ele é o retrato da perfeição e já não vejo a hora de voltar a vê-lo e de colocá-lo na estante, ao lado da minha coleção! s2


Um comentário:

Deyse Fagundes disse...

Eu a-m-e-i esse filme! Li o livro e poucos messes depois anunciaram que seria feito o filme, esperei e esperei, deu vários problemas que atrasaram o filme, mas valeu a pena o tempo de espera o filme é o melhor filme que eu vejo em um looooooooongo tempo! Amei, amei, amei. Efeitos, atores, personagens, caracterização, tudo nota 10!
Beijos.

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)