domingo, 4 de novembro de 2012

O céu está em todo lugar - The sky is everywhere - Jandy Nelson (Resenha e Promoção)

O céu está em todo lugar
Autor: Jandy Nelson
Editora: Novo Conceito
Edição: 1
Páginas: 424
ISBN: 9788563219374
Ano: 2011
Compre aqui:
*Cultura*Saraiva*Fnac

Há tempos estava desejando ler esse livro, mas como minha mãe leu primeiro e falou que tinha achado ele 'morno', acabei postergando a leitura.
Todos sabem que temos um clube do livro aqui em Floripa, né? (não sabem?? Segue o link)
Pois, não é que esse livro acabou sendo indicado?
Então, li e não achei nada morno.
Vou contar para vocês.

Lennie e Bailey são irmãs que contam com uma afinidade profunda.
Quando muito novas, foram deixadas aos cuidados da avó materna (até porque desconhecem o pai biológico) e nunca mais tiveram contato com a mãe, não fazem ideia das motivações para o abandono, nem se a mãe ainda vive elas sabem.
Passaram a infância, e grande parte da adolescência, se apoiando e contando apenas com a avó de veia artística e o tio 'maluco beleza'.
Lennie é uma menina talentosa e espirituosa, mas sempre viveu a margem da irmã de personalidade mais expansiva.
Tudo muda quando uma arritmia fatal leva a vida de Bailey, tornando Lennie a protagonista da sua própria vida.
Essa menina, sensível, tocadora de clarineta, solitária, passa a viver o inferno na Terra.
Sua absurda infelicidade a isola dos amigos e ao mesmo tempo chama a atenção do novado, francês e charmoso Joe.
Joe compartilha com Lennie o amor pela música e se comove com o luto avassalador que ela e a família vivem.
Pouco a pouco, ele vai entrando na vida de Lennie e vai se mostrando apaixonado por ela.
Joe guarda uma mágoa de sua história amorosa. 
Seu primeiro flerte, aquele que ele achou que foi seu primeiro amor, foi um grande fiasco. Joe se confrontou com a dor da traição ao encontrar a namorada com outro numa situação inquestionavelmente comprometedora.
Do outro lado do conflito vivido por nossa mocinha, temos Toby.
Toby é o 'viúvo' de Bailey, sua dor é visível e palpável. 
Toby não está só desolado, mas inconsolável.
Durante o enredo descobrimos que os apaixonados Toby e Bailey tinham grandes planos para o futuro o que te deixa mais ainda enternecida pela situação de solidão do menino.
Lennie e Toby se entendem de uma forma singular, eles compreendem a dor do outro, a inconformidade com a morte, e isso acaba gerando uma grande confusão.
Pois, quando percebem estão trocando carícias, Lennie é uma menina ingênua, virginal, e busca dentro de seu raciocínio a motivação para essa atração.
Fica claro que eles se atraem pela dor e não um pelo outro e é angustiante ver os riscos dessa projeção aos demais envolvidos na trama, aos coadjuvantes dessa história.
Achei o livro profundamente tocante.
Se você teve a infelicidade de perder alguém, você deve se identificar com várias passagens da história.
Ao mesmo tempo, ficamos num estado de tensão pelo desenrolar desse triângulo amoroso.
Separei algumas quotes para vocês.
Mas o que foi isso novamente? Será que posso rir assim com tanta felicidade? E é para eu estar me sentindo tão bem assim, como se mergulhasse num rio de águas frescas? (Pag.19)
Ao caminhar pelas sequoias, meu tênis absorve a chuva de vários dias; pergunto-me porque pessoas enlutadas se preocupam em usar roupas pretas, uma vez que a própria dor nos oferece um armário inconfundível. (Pag.29)
Minha irmã vai morrer todos os dias, pelo resto da minha vida. A dor dura para sempre. Não desaparece nunca; torna-se parte de nós, a cada passo, a cada suspiro. Nunca vai parar de doer, Bailey, porque nunca vou deixar de gostar muito de você. É assim que é. A dor e o amor caminham juntos, um não existe sem o outro. (Pag. 390)
Nem saberia escolher o ponto que mais me tocou, se foi a confusão vivida por Lennie e Toby, se é o desfecho crítico que obviamente isso pode provocar em Joe, se é  drama pelos questionamentos do abandono materno, se é a dor dos personagens secundários (e igualmente fortes) avó e tio de Bailey.
Um livro deliciosamente lindo e de uma sensibilidade singular.
Ficaram curiosos?
Separei um exemplar para sortear entre vocês. \o/

a Rafflecopter giveaway


Se  ao final da promoção o vencedor  não tiver  seguido  todas as regras  presentes no View Terms & Conditions será desclassificado e o  sorteio será feito  novamente.




Promoção encerra dia 15/12/2012


27 comentários:

Luciana Brito disse...

Fiquei curiosa sobre esse livro depois que vi uma resenha em outro blog. E agora que li a tua, fiquei ainda mais interessada nele. Parece ser um livro realmente tocante e pelos detalhes que tu comentou, deve ser bem tocante mesmo.

Cami Rocha disse...

Foi uma das melhores coisas que li esse ano <3

naughty.pixxie disse...

A terceira quote ali é uma das passagens mais perfeitas, na minha opinião... Pq a pessoa geralmente acha que o choque vai passar e a dor tbm, mas sempre vão ter os momentos no dia-a-dia em que ela vai reviver aquilo, não com tanta intensidade, mas vai.. =/
E eu gosto dessa realidade felicidade/desgraça que existe, pq sem a desgraça, a gente não saberia apreciar o que é bom =)
Livro tudo de bom! Quero ler mais desse estilo!

Bruna Britti disse...

Dê, eu tenho esse livro e ainda não li. \o/
Mas não li pq uma amiga minha com mania de spoiler me contou o final. Fiquei mto irritada na época p/ ler o livro, hoje por sorte nem lembro mais o que ela tinha me dito. Bom né? Sinal que já posso pegar o livro e ler sem problemas. =)
Sempre fiquei interessada nessa história. Assim que passar esse momento de provas e mais provas eu pego ele p/ ler, achei que, pelo que você falou, ele é de uma sensibilidade tocante. To querendo algo assim mesmo pra ler. *_* (oh deus, e essas férias que não chega... :/)

Sempre legal ver como um livro causa diferentes reações, hihi. Você gostou, sua mãe achou morno. Isso me fez lembrar que tenho uma amiga que odiou Amante Sombrio, quando eu amei. P/ vc ver como um livro pode ser água ou vinho, dependendo do leitor. XD

Beijos!!!

Regina Bertília disse...

Adoro esses livros profundos que parecem que tocam a alma da gente , sabe ? Esse enredo me lembrou um pouco sobre aquele filme O Som do Coração, em que o casal principal tem um grande amor à música. cara, e um triângulo amoroso ? Deve ser um livro legal. E esses quotes, não, o livro deve ser muuuuuito legal !! Participando da promo, torcendo pra ganhar :D

Lili disse...

Eu achei que finalmente iria participar do clube do livro, e mais feliz por ter sido esse o livro escolhido. Eis que fiquei sem carro, tinha compromisso no fim da tarde e não consegui ir.

Fiquei tão triste, mas ao mesmo tempo muito feliz por teres gostado. Eu achei longe de ser morno também, eu adorei (tanto que também estou sorteando um por conta do meu aniversário).
Acho que a relação entre ela e Toby foi algo que mais me tocou.

http://liliescreve.blogspot.com.br/2012/10/promocao-meus-25-anos.html

Sanélia disse...

Participando!
Doida com esse livro desde o seu lançamento.

disse...

Quero mtoooo ler esse livro!!!

Khrys Anjos disse...

Fiquei emocionada ao ler sua resenha e imagino como vou ficar ao ler o livro.
Esse é o tipo de leitura que mais gosto: a que toca a alma do leitor.

Um leve bater de asas para todos!!!!!

kessy disse...

Agora sim quero ler esse livro!
Li a sinopse no próprio livro e havia achado uma depressão. Quase desisto de ler.

Marta Ribeiro disse...

Adorei á rsenha ,me apaixonei pela história mistura de varias emoções,drama,abandono ,amor,eu quero muito ler,bjs.

Marianne Neves disse...

Amei a resenha, me deixou curiosa DEMAIS e com aquela sensação de que irá valer muito a pena ler com certeza irei ler assim que puder :) É sempre bom ler historias com um tema "diferente".

alison_nog disse...

Eu já o livro fisicamente e ele é lindo e pelo visto uma boa leitura também.

Amanda Carolina disse...

Pela resenha, compreendi ser um livro que nos ensina muito sobre a dor e a sobrevivência. Gosto muito de livros que nos sensibilizam para as coisas da vida.
Fiquei com uma super vontade de ler !

Pamela disse...

Eu achei a capa linda, e a sua resenha me deixou co mais vontade de ler!!

amanda conti disse...

Quero muito!

amanda conti disse...

Quero muito ler, pois uma amiga me indicou, adorei a resenha,gosto de livros que me envolvam, sou muito chorona e acho que vou chorar com esse!

Maristela G Rezende disse...

Eu não conhecia esse livro e após ler essa resenha maravilhosa fiquei com muita vontade de ler. Gostei da trama e de sua descrição do geral.

Auristela disse...

Eu quero ler esse livro há um tempo e muitas amigas leram e me falaram que é maravilhoso. E eu ainda não consegui ler :( Parabéns pela resenha!

Nise disse...

Adorei a resenha, me deixou mais curiosa do que eu já estava para ler. Semana passada quase o comprei, mas acabei levando para casa A batalha do Apocalipse (sim, totalmente diferente, mas meu irmão também queria ler, então resolvi agradá-lo). Espero não ter feito um mal negócio.

Renesmee disse...

E a mãe reaparece? Não entendi? Ai preciso do livro. Dramas são sempre os melhores. Que triste isso e lindos as quotes. Parabéns.

Maria Trindade disse...

Nossa já faz um tempão que quero ler esse livro na verdade nem sabia do que se tratava o enredo do livro. eu só queria mesmo pq gostei do nome e da capa mais agora com essa resenha eu concerteza vô compra esse livro *-* só falta tempo e dinheiro ;D

Marina Kolling disse...

Adoro um drama, e lendo sua resenha pode-se afirmar que O ceu esta em todo lugar e um prato cheio para quem gosta do genero. Fiquei com muita vontade de ler, dedos cruzados espero ganhar a promo :)

cinthia oshiro disse...

Comprei e tentei ler meu livro, infelizmente ele veio com páginas em brancos e outras repetitivos. Achei a menina meio louquinha, e achei bizarro ela ficar com o namorado da irmã para aliviar o sofrimento. O fim achei fofo. adorei o livro;

T.M disse...

Ainda não li esse livro.. Achei a capa tão linda. E pela resenha parece ser um livro emocionante e encantador.. Tô com muuuita vontade de ler *---*

Maiara Michelsen disse...

Quando li a sinopse na capa do livro não levei muita fé na história, mas depois da sua resenha fiquei louca não só para lê-lo, mas também para tê-lo. Parabéns por me convencer em comprar mais um livro e quebrar a cabeça para saber onde colocá-lo. Beijos.

Leeh Misaki disse...

Um dos melhores livros que já li na vida. Li em 2 dias. é uma leitura contagiante.

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)