segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Entre a Nobreza e o Crime - Jane Herman

Entre a Nobreza e o Crime - Jane Herman
Editora: Lio
Autor: Jane Herman
ISBN: 97885429313
Ano: 2012
Edição: 1
Número de páginas: 672
Compre aqui:


Sou uma pessoa que está sempre fazendo loucuras literárias e com esse exemplar não foi diferente.
Portanto, vou contar como ele chegou a meu conhecimento.
Twitter é uma constante fonte de novidades e li várias blogueiras (meio histéricas) falando sobre uma sigla EANEOC e pensei: WTF?? 
Aperta de cá, aperta de lá soube que se tratava do livro originado de uma fanfic.
Achei a capa linda e mesmo sem ler a sinopse já tinha feito contato com a autora.
Comprei, chegou e abri o livro sem ter lido nada além de murmúrios sobre a  qualidade da história.
Só sabia que muita gente que admiro e acompanho estava envolvida na divulgação por puro amor a obra.
Me explico melhor.
Quando um livro causa muito efeito na blogosfera, procuro não ler nada para não criar expectativas.
Expectativas são perigosas, quando a criamos normalmente saímos frustrados.
A autora, veja só o nome engana, a moça é carioca da gema!
O livro??
Vamos ao livro...
Irene está em frangalhos, apesar dos jornais anunciarem que seu irmão faleceu em um assalto, ela conhece a verdade.
Seu irmão encrenqueiro 'mor' foi executado, possivelmente por algum transtorno com prostitutas ou drogas.
Irene é sua herdeira, não que isso importe a ela.
Nossa mocinha é uma futura baronesa.
Desde de tenra idade já tem bens que se multiplicam sem esforço.
Como riqueza e títulos não trazem felicidade, nossa menina perdeu a quem mais estimava.
Seu namorado está sempre na Africa fazendo ajuda humanitária e veio para o velório, mas não deu muita assistência a desolada irmã em luto.
Sua família decadente moralmente não traz amor, só influência e politicagem.
O irmão era tudo que ela tinha.
Irene é o protótipo da atual realeza britânica: rica, linda, bem sucedida, mergulhada em colunas sociais e arrogante.
Todos que não possuem títulos são como moscas a perturbar ou servir.
Como deixar barato que alguém tenha a audácia de matar um nobre?
Pior! Um nobre que é seu irmão?
Com isso em mente e nenhum escrúpulo, Irene vai em busca do segundo maior mafioso russo.
O poderoso Viktor é o comandante da veia russa existente na Inglaterra e é casado com a filha predileta do maior de todos os mafiosos russos Ivanov.
É uma surpresa a Viktor quando lhe é anunciado que a bela baronesa está a sua espera e mais surpreendente ainda é que a arrogante nobre lhe pede.
Irene quer que Viktor a leve ao assassino de seu irmão e que assim ela o execute.
Viktor aceita a solicitação na condição de que ela entregue seu corpo a ele.
Crendo que tudo vale a vingança da morte do irmão, Irene acata a demanda.
A partir de então, se desenrola uma truculenta história de amor, ódio, adultério, assassinato, prostituição, pedofilia, incesto e drama, muito drama.
O livro é imenso!
Tem 670 páginas e juro que é difícil soltar.
A Gabriella se cansou de me ouvir dizer: "parei numa parte muito tensa"
Até que ela disse: "esse livro, pelo visto, é todo tenso"
Ela acertou!
Uma trama muito bem montada e amarrada.
Percebe-se na autora um cuidado muito especial com a pesquisa.
Tanto de costumes, quanto de lugares e idiomas.
Os personagens principais me colocaram em 'xeque'.
Meu padrasto me ensinou que quem simpatiza com a 'bandidagem' é tão bandido quanto.
Apesar de nenhum senso moral, nenhuma consciência, nenhum escrúpulo, me vi torcendo efusivamente por Viktor e Irene (chamada por ele de Irina).
O fato é que a morte de seu irmão traz como herança uma longa passagem de ida ao submundo da sociedade.
Em contrapartida, expõe o mafioso a uma possível derrocada. 
Irene é sua perdição.
Mesmo quando pensamos que a escolha de retorno a vida anterior ao encontro deles é a certa, é impossível não torcer para que eles se mantenham fieis ao desejo e não a convenção, ao aceitável.
Existem tantos mistérios e tantas reviravoltas nessa história que noites de sono se tornam fúteis frente a necessidade de desatar cada um dos nós dessa história.
Pior de tudo é chegar ao final e perceber que a primeira temporada (sim esse é o primeiro volume) termina sem que as maiores arestas tenham sido aparadas.
Jane você é uma menina muito malvada!
A boa notícia é que Jane esta trabalhando intensamente para entregar o segundo volume no próximo ano.
Espero, sinceramente, que vocês deem uma chance a essa extensa e bem tramada obra.
Não minto a vocês, existem pontos de desabono sim.
Não gostei do excesso de termos arcaicos.
Jane, nem me lembro em qual livro clássico li a palavra ósculo!
Percebi que no decorrer da obra ela foi se soltando mais, se desprendendo mais do clássico do clássico.
Fiquei um pouco sismada também com a melhor amiga de Irene, a neta da rainha da Inglaterra.
Achei que para seu título e importância, ela trata as escolhas de Irene com muito desleixo.
Pior! Ela mantém convívio frequente com a amiga mesmo depois de todo escândalo.
Enfim, não me convenceu muito, assumo.
Isso, não tira em nada a apreciação desse livro, só o torna mais interessante.
Pitoresco até...
Achei sensacional que uma autora nacional tenha nos trazido uma história tão rica de uma cultura tão diversa da nossa.
Parabéns, Jane!
Leio muuuuuuito e seu livro se tornou um dos meus favoritos!
Agora menos papo e mais ação: PRECISO do segundo volume!!!
Desculpem-me não conseguir traduzir uma obra tão bem produzida nessas poucas palavras, mas verdadeiramente vale a pena a leitura.
Alerto que o livro não é voltado para o público adolescente.
Há cenas de violência e sexo bem descritas (mesmo que sem vulgaridade e gratuidade).
É um livro voltado para ambos os sexos na fase adulta.

11 comentários:

Lanny disse...

670 páginas??? Bastante hein rsrsrs...adorei a resenha!

Beijooos

Lanny

Tem promoção lá no blog http://www.leituraeoutrostantos.blogspot.com

Naty disse...

Parabéns pela resenha, adorei.

Leninha - sempre romantica disse...

Amei ver/ler sua visão sobre o livro Denise, mais uma fã, com certeza, ansiosa pela sequência.
Mais uma voz ao coro: Queremos Viktor Morgan de novo!
Beijão!

Bruna Britti disse...

Que resenha linda! :) Achei bem legal vc ter colocado os pontos que não curtiu mto tbm. Gente, que livro gigante :O Eu só queria que ficasse um tiquinho mais barato >.< *pobre estudante on*, mas já decidi que vou comprar (não sei quando, mais vou, essa história parece boa demais, bem do jeito que eu gosto).

Sabe o que eu percebo? Bastante livros nacionais de literatura fantástica, juvenil, até chick-lit, mas livros que sigam mais para o lado do romance, vejo poucos. :( Legal ver, ainda que aos pouquinhos, que as escritoras desse gênero estão surgindo. Primeiro veio Terra Ardente, agora EANEOC (e que capa linda, super bem feita).

Já me apaixonei só pelo enredo da história. Sucesso pra autora. ;)

Carla Fernanda disse...

Oi, Denise.

Fico feliz em saber que apreciou o enredo tanto quanto as fãs de EANEOC!

Concordo com você que é um livro intenso que traz em sua essência um torvelinho de emoções repleto de surpresas a cada página.

Não tem como não torcer pelos personagens apesar da dualidade entre eles.

Com certeza, queremos a segunda temporada para AGORA! [risos].

Recomendo!

Beijos.

Tau Brito disse...

Adorei sua resenha! Pegou bem a idéia do nosso mafioso e sua milady!
E bem vinda ao mundo das sofredoras que esperam desesperadamente por cada trecho que a nossa querida Chefa (conhecida com Jane Herman) faz a bondade de nos deliciar.

Beijos,
Tau Brito

http://fromthe-desk.blogspot.com.br/

Entre a Nobreza e o Crime disse...

Oi, Denise!

Muito obrigada pela resenha carinhosa. Como já disse, fico muito feliz por você ter se divertido lendo um livro que me diverti tanto escrevendo!

Um ósculo :*

Pati Peña disse...

Eu simplesmente amo este livro, eu descobri há pouco tempo, foi no twitter, vi a Denise Ayres comentar com alguém, e logo depois vi em um blog que um comentário sobre um livro, comecei a pesquisar e encontrei algumas resenhas que falam muito bem de EANEOC, uma amiga minha do blog Livros & Fuxico disse que começou a ler e que eu deveria comprar, assim o fiz, agora estou na página 638 e já morrendo de saudades do senhor Morgan e da Irina e querendo mais, muito mais, e sonho com a Taurus hehehehe
Bjs,
@PatriciaADavis

MissLany disse...

Parabéns de pela resenha. Eu sou super fã dessa estoria. A Jane fez e faz um ótimo trabalho com toda a trama de amor, ódio, poder e destruição.:)

αηδψϊηћα ஐβϊττψஐ disse...

Não conhecia nada do livro, já tinha lidos uns rumores, mas nada além disso. Gostei do tipo da história e msm com os ptos negativos fiquei tentada.

Andy_Mon Petit Poison

Bruna B. disse...

Um ósculo = risos eternos

Tá bom, tá bom, me convenceu Dê!
O negócio é gigante e de romance que (generalizando) não curto muito, mas fiquei curiosa!
Entrou pra lista sem fim dos livros 'vou ler'.

:*

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)