quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Belo Desastre - Beautiful Disaster - Jamie Mcguire

Belo Desastre
Autor: Jamie Mcguire
Editora: Verus Editora
Edição: 1
Volume: 5
Páginas: 389
ISBN: 9788576861911
Ano: 2012
Compre aqui:

Para tudo!!!
Chegou 'Belo desastre' e as blogueiras que mais admiro gostaram muito desse livro, 'bora' se entregar a Travis?
Fiz questão de não ler resenha, nem sinopse do livro.
Só ouvi o zumzumzum no twitter e facebook e isso já bastou para me aguçar a curiosidade.
Abby Albernathy mudou-se com a melhor amiga America para Eastern tentando deixar para trás num passado misterioso que me consumir de curiosidade por várias páginas.
Tenta ser discreta e ficar longe dos focos de fofoca e confusão, se passar despercebida pela faculdade será um glória.
America faz questão de ter Abby em todos os eventos de sua vida e a convence a ir ao submundo universitário acompanhar uma luta clandestina entre garotos onde as apostas correm soltas.
America namora com com o primo do principal lutador Travis Maddox.
Não é o ambiente de Abby, mas ela não consegue negar esse pedido a amiga.
Nesse evento, Abby acaba conhece Travis.
Travis é um legítimo bad boy, luta por dinheiro, é conhecido por seu descontrole, é agressivo, vence todas as lutas, trata mulheres como lixo, transa com a universidade inteira e as mulheres se jogam aos seus pés.
É um personagem que se orgulha da reputação conquistada.
Ele destrói corações e os urubus de fraternidade ficam sempre ao redor mostrando que sua mediocridade tem valor.
Abby obviamente te chama a atenção e o deixa mais intrigado ainda quando percebe que para ela seus encantos não surtem o efeito esperado.
Pior, ele sente que ela o trata com repulsa.
Grande desafio a vista!
Apesar de sua insistência, Abby não é tola e não cai em sua conversa.
Com isso, Travis monta uma nova estratégia que envolve ser 'amigo' de Abby.
Abby e America passam uns dias no apartamento dos meninos por estarem com problemas no sistema de aquecimento de água de sus dormitórios.
Durante esses dias, Abby e Travis passam a estreitar ainda mais a amizade deles e Abby  observa a rotina de mulheres vulgares que entra e sai do sofá de Travis, o sofá é o local escolhido para execução de suas ações libidinosas.
Travis é auto confiante e propõe uma aposta a Abby, se ele ganhasse ela passaria um mês no apartamento dele, se ele perdesse seria obrigado a ficar o mesmo período sem fazer sexo.
Dizer que o resultado da aposta é spoiler seria ingenuidade.
Enfim, tudo muda entre eles e o relacionamento evolui de uma forma dantesca.
Travis é extremamente obcecado por Abby, chegando a níveis de psicopatia.
Ele nunca confiou o suficiente para se apaixonar e Abby se torna um tornado em suas emoções.
Já Abby tem um problema crônico de auto estima e possui uma necessidade incrível de corresponder ao desejo do próximo.
A relação deles é bombástica e me lembrou o namoro da minha irmã Rachel e do cabeçudo (que hoje graças a Deus seguiu adiante).
Eles se amam e e magoam e se torturam e se entregam.
Isso numa intensidade descomunal.
O passado dos personagens é a chave para entender toda essa loucura, os romances familiares são a mola propulsora de todo esse engate.
Eu simplesmente amei!
Achei o livro uma grande jogada, bem narrado, bem estruturado e tramado.
Amei e odiei tanto Travis quanto Abby.
Ele é louco, egocêntrico, promíscuo, super protetor e obsessivo.
Abby traz o que há de melhor e de pior nele, mas é a fonte de mudança. 
O personagem cresce de uma forma assustadora e mostra que em toda sua loucura ele ainda consegue manter o foco em respeitar Abby.
Porque fala sério! 
Do jeito que a coisa andou, teve momentos que achei que ele podia cometer um homicídio passional e ele mostrou que não é tãaaaaao pirado assim, certo?
Abby, a meu ver, faz um movimento inverso. 
Ela regride em sua maturidade quando o medo da entrega a domina e quase põe tudo a perder na sua paralisia.
Conhecemos essa história pela visão de Abby dos fatos, ela narra o livro.
O livro é fantástico e seu final me fez lembrar da última cena de 'Velocidade máxima' quando Sandra Bullock beija Keanu Reeves e o alerta que seu estudo na universidade sugere que relacionamentos originados em eventos traumáticos são fadados ao fracasso.
O lado bom de terminar um livro tão arrebatador quanto este é que volto a comer, dormir, tomar banho (em horários dignos), respirar...
Intenso, envolvente, doentio e irrevogável.
Ou se ama ou se odeia tanto Travis quanto 'Belo desastre'.
Entrou na minha lista de favoritos. 
Parabéns a Editora Verus pela qualidade da edição.
Os direitos cinematográficos desse livro foram vendidos para a Warner e ouvi falar que a versão de Travis da história tem chances de ser publicada, agora é esperar ansiosamente por novidades!
Deixo um quote para despertar mais a curiosidade de vocês:
_Sabe por que te quero? Eu não sabia que estava perdido até que você me encontrou. Não sabia que estava sozinho até a primeira noite em que passei na cama sem você. Você é a única coisa certa na minha vida. Você é o que eu sempre esperei, Beija-Flor.

9 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Denise! Já li Belo Desastre e curti bastante. Beijos!

Tonks disse...

Adorei sua resenha, bem completa. Eu também gostei muito do livro, mesmo ficando aquela sensação de que no mundo real essa relação seria assustadora. rsrsrrs

Curti muito dentro do mundo da fantasia romântica, adorei o Travis. Guilty pleasure. rsrsrs

bjokas

Janaina B. disse...

Oi, Denise!
Eu acompanhei a sua animação durante a leitura desse livro, aliás, tenho acompanhado muitas meninas surtando com ele. haha
Eu estou curiosa e, até agora, não sabia que tratava desse assunto "perseguição amorosa". É meio assustador, né? ><

Beijos ;*

Flávia Souza disse...

"Ou se ama ou se odeia tanto Travis quanto 'Belo desastre'." -> Falou tudo!

Eu amei, o livro e tipo ataques de amor e odio pela Abby e pelo Travis (principalmente pelo Travis).

Lili disse...

Mas tu também Denise?
É um complô para me enlouquecer! Eu quero muito esse livro desde que vi a capa e o nome. Tudo nele me deixou fascinada e confundida.

Ao ler a resenha quase arranco as entranhas de desejo de ler.

liliescreve.blogspot.com

Lívia Martins disse...

"Você é a única coisa certa na minha vida."

Sabe quem já falou essa frase pra quem? É...

Gabi Graciosa disse...

Dezinha, você me entende! ahahahhaha Me apaixonei por Belo Desastre e pelo Travis! aaaaaaai... *suspira*

Agora estou MORRENDO por Walking Disaster, vai ser osso esperar até a publicação ahahha

Cami Rocha disse...

Acho que fui a única que não gostou muito do livro. Dava pra resumir tudo em 50 páginas os acontecimentos. Achei que ia rolar uma tragédia no final, que ele iria morrer lá naquele incêndio e tudo mais.

E a Abby? Que raaaaaaaaaaaaaaaiva. Ficava jogando com o Travis o tempo todo. Quando o menino resolveu seguir a vida dele ela deu toda aquele ataque na casa dele. PQP, queria MATÁ-LA! hahahaha

Débora Menezes disse...

Dê, acabei de ler Belo Desastre! Quando li sua resenha fiquei doida pra ler e valeu a pena! Foi pra lista dos favoritos fácil! Eu amei Travis e tive vontade de matar a Abby em muitos momentos também!
Ainda bem que estou bem perto do lançamento de Desastre Iminente, vai ser show ler os pensamentos de Travis!

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)