domingo, 25 de março de 2012

Jogos Vorazes - o filme


Jogos Vorazes - Hunger Games
lançamento: 2012 (EUA)
direção: Gary Ross
atores:  Jennifer Lawrence,Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Lenny Kravitz, Woody Harrelson, Stanley Tucci, Wes Bentley e Elizabeth Banks
duração: 144 min
gênero: Ficção científica

Ahhhh "Jogos Vorazes"....
Li "Jogos Vorazes" na maior má vontade.
Me apaixonei, quase enlouqueci de ansiedade por "Em chamas" e tive a maior ressaca literária de TODOS os tempos com "A esperança" (não me conformo com esse nome).
O filme, obviamente, veio carregado de expectativas.
O frisson na internet também não ajudou no controle delas.
Nós leitores insaciáveis, guardamos como nossa maior preocupação sendo se a essência, aquilo que mais nos tocou no livro, será corretamente transmitida para as telas. 

Mas "vamo que vamo" !!
Para quem não sabe nada do filme... livro...
É a história de uma sociedade do futuro, onde depois de muitas guerras só sobrou no mundo doze distritos que subsidiam uma capital.
Cada distrito é responsável pela produção de um produto: agricultura, pecuária, carvão, armas...
Tudo que é produzido é rigorosamente carregado a Capital, onde os ricos comem e se fartam, enquanto nos distritos impera a fome e a miséria.
Algumas tentativas de rebelião e a consequente destruição do distrito 13 são o lembrete de que o poder é a Capital.
A Capital não se contentou com a imagem diariamente colocada nas telas de tv do distrito 13 queimando e queimando... criou o jogo mais perverso imaginado, criou os Jogos Vorazes.
O que é isso??
Cada um dos doze distritos deve entregar um casal de crianças de 12 a 17 anos, são os tributos.
Essas 24 crianças vão para uma arena onde deverão matar umas as outras, restando apenas um  vencedor.
Tudo minuciosamente televisionado a todos como um gigantesco Big Brother.
Uma grande festa, que por trás guarda a grande jogada da tortura psicológica: temos controle sobre a vida de vocês e controlamos o futuro também (as crianças seriam o futuro) então, submissão!
O distrito 12 é conhecido como o mais miserável.
Suas crianças não tem muitas chances, visto que são fruto de muita fome, magras e esquálidas.
A irmã caçula de Katniss irá participar do 'evento' do ano, pela primeira vez seu nome vai a sorteio.
Claro que ela é sorteada e Katniss se volutaria para ir no seu lugar.
Daí, realmente a parada fica tensa... Katniss é uma menina muto especial, é uma sobrevivente e sobreviventes não se entregam fácil.
Fui ao cinema com a Ju, a Bru, minha família toda e família Steffens.
Sentei ao lado do meu cunhado (só ele e minha irmã não tinham lido o livro) e percebi uma coisa, pra quem não leu a explicação política da história foi rápida e vaga. 
Eles tiveram muitas dúvidas.
Outra coisa que para mim era extremamente relevante é que Kat não lida bem com o jogo de manipulação da opinião pública, é pressionada constantemente a fingir um lance de sedução com Peeta para angariar patrocínio no jogo.
Ela é fria e racional, a manifestação de afeto é algo que ela só tem com Prim.
No filme, acho que teve muito romance, isso não ficou claro.
O livro é escrito em primeira pessoa e Kat é crítica, mas seu foco é sobreviver. (a tragédia familiar, a fome, a Capital, ao jogo)
No filme, temos a história narrada em terceira pessoa, então perdemos algo importante.
A união de Peeta (vulgo par quase romântico de Kat, com os carreristas) também ficou sem explicação.
Não me levem a mal, eu gostei do filme!
Gostei de verdade!
Mas sou fã, li tidos os livros.
Quem não leu, perdeu a grande jogada, que é a crítica social e política.
Katniss é uma das heroínas mais duronas da literatura e o primeiro livro mostra uma menina brava, indomável, que será usada para promover a maior e mais bem sucedida revolução do pós-guerra.
Chorei três vezes no filme.
Me assustei numa das cenas, que o vizinho desconhecido da poltrona esquerda riu de mim.
Saí do cinema extasiada!
Gostei do figurino e dos efeitos especiais.
A arena foi exatamente como imaginei.
Mas como disse antes... sou fã, minha irmã não teve muita coragem em manifestar sua opinião na saída do cinema, olhou para mim, Jú e Bruna e disse: "Melhor eu ficar quieta"
Eu estava caracterizada, saí de casa com camiseta e comprei o pin lá, meu vizinho perguntou se eu e Gaabe (que estava vestida igual) estávamos indo a uma excursão! hahaha
Julianna e Bruna expunham suas tatuagens de MJ como troféus, portanto, qualquer opinião crítica seria reprimida pelo medo!
No dia seguinte, perguntei a minha irmã sua real opinião e ela me disse:
Após a Bruna me explicar alguns pontos sobre o filme, posso dizer que de um modo geral eu gostei, só não entendo com uma mente pode pensar em uma história tão cruel! Essa autora foi muito corajosa!!
Realmente, Suzanne Collins é uma mulher corajosa!
Me esquivei muito a ter acesso a história justamente por não me agradar tema com crianças morrendo.
O filme deixa muito a desejar, mas foi bastante fiel ao livro, é sempre muito dfícil por na tela o que passou na interpretação pessoal de cada um.


Livros resenhados aqui:
  • Jogos Vorazes #1


  • Em chamas #2


  • A esperança #3





  • Um comentário:

    Julianna Steffens disse...

    Tadinha da Lili!!
    ^n era pra se sentir coagida pow =x

    Postar um comentário

    Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)