sábado, 31 de dezembro de 2011

Já é 2012??

O ano acabando é inevitável fazermos um balanço do que houve nesse período, né?
Li no facebook de alguém que esse ano tinha acontecido tanta coisa que parecia que tinha passado 10 anos em um, me sinto da mesma forma.
2011 foi uma no difícil para mim.

Passei 80% do meu tempo com dores e um humor que fez inveja ao capeta, passei por uma cirurgia e não resolvi o problema, estive vivendo a crise econômica mundial ativamente, mas as coisas ruins acontecem para a gente dar valor as coisas boas, certo??
Esse ano conheci tanta gente que me faz feliz, Jú, Gabi, Bru, Liv's, Ci, Maya, meiguinha, Juh, Karlinha e todas as outras do nosso "um livro por dia". 
É bom saber que existe uma legião de pessoas tão doidas por livros quanto eu.
Me sinto menos sozinha nessa "esquisitice".
Começamos o clube do livro, fomos ao Bienal do RJ (YEY!!!), comecei a escrever para o Um livro por dia, para o Lost in chick lit e algumas participações especiais no Coffie and Movies.
Estou fechando o ano com 94 (NOVENTA E QUATRO) livros lidos (a revolta é devido não ter fechado com 100) milhões de novos amores, um consolidado (Dimka é meu, ok?), dezenas e mais dezenas de livros novos, alguns não lidos e a necessidade de comprar uma nova estante (urgente).
Esse ano tive o imenso prazer de assistir, finalmente, a primeira parte de Amanhecer. Sim! Sou fã e não faço poker face para ser cool.
Tentarei, apertando meu coraçãozinho, fazer uma listinha do que tive de melhor nas minhas leituras.
Melhor série.
Não vou dizer que minha melhor série do ano foi VA porque li VA ano passado, esse ano só li de novo.
Li muitas séries maravilhosas: A mediadora, Trilogia do círculo, escritoras da Rachel Gibson, comecei a de hoquei, Boys da Meg Cabot, súcubo, Dark Swan, HoN, Família Wash da Marian Keys, wake, várias de irmãos de autores diversos.
Enfim, a que mais me surpreendeu e que mais me provocou ressaca foi Hunger Games.
Suzanne Collins não tem coração, não tem alma e não tem amor dentro de si. haha
Jogos vorazes entrou para o hall dos "the best ever"!!!!

Que me fez chorar mais
Sou reconhecidamente chorona, choro sempre, até com desenho animado.
Em Hunger Games, eu demorei 10 dias lendo MJ porque não queria que acabasse.
Mas o livro que mais me convulsionou em lágrimas foi "Questões do Coração".
Tem a ver com minha história e Emily é incrível com sentimentos humanos, com ética humana, com tudo!!
Sem exageros, fiquei uma semana na depressão, chorava constantemente.
Livro MARAVILHOSO!!!
Essa foto é da Bienal e do dia que autografei todos os meus livros da Emily Giffin!!
Mais surpreendente
Não esperava nadica de nada desse livro, li por curiosidade e ele foi muito bom, realmente me surpreendeu.
Foi o que mais me surpreendeu.
Mais tenso
Li para o Lost in chick lit e esse livro foi tenso, cheguei a ter vários pesadelos. Me deu um nó!
Melhor romance histórico
Bell do "Nem um pouco épico" me sugeriu esse livro.
Não tinha em português e acabei lendo o traduzido por fãs em e-book.
Fiquei fascinada pela história e pelo estilo da autora, livro delicioso e reli várias vezes.
Para quem gosta de romances históricos, esse foi um dos melhores que já li.
Maior mico literário
Sim! Sou um mico ambulante e fui a Bienal, obviamente tive que executar o maior mico do ano lá, né??
Encontramos com Maurício de Souza no aeroporto e num momento fã de infância pedi uma foto com ele.
Só que na hora de pedir, fiquei nervosa e sugeri que ele me desse a foto porque ELE era um grande fã MEU.
Julianna se delicia até hoje com isso, então quis trazer como fato marcante de 2011.
Heis a foto!!

Bom gente!!
Foi um ano produtivo e inesquecível.
Fico por aqui e agradeço em especial as pessoas que mais seguraram minha barra:
Minha filha Gabriella, minhas irmãs, minha mãe, meu cachorro Fred, Julianna, Lívia, meu sócio e primo Eric, minha pupila e amiga Raissa, Mari, Cris e Mag e a Dra Raquel que me suportou dia a dia reclamando!
2012 está batendo na porta!



7 comentários:

Gabi Graciosa disse...

Adorei, De!!! =) Principalmente o mico! HAHAAHHA Como eu ri disso!
2011 realmente foi maravilhoso em me dar tantos novos amigos lindos! Incluindo você, é claro! :D

Beijão,
Gabi

Julianna Steffens disse...

Oinnn Dê, que post lindo!
Ainda bem que você encerrou com algo engraçado pq se não estaria chorando as pitangas aqui!

Essa hist do Mauricio é épica e eu sempre sempre sempre vou relembra-la!

Não preciso dizer que a melhor amiga que o google poderia encontrar foi uma das melhores coisas de 2011 né sualinda!
Até jaja, pq vamos aprontar muito esse ano ainda, e provavelmente começar o próximo aprontando tb!

Bruna B. disse...

Hahahah adorei o post Dê, você faz parte da minha lista de melhores de 2011 tá? :)
Mas acho que faltou um fato marcante na lista: o autógrafo do Eduardo Spohr... num livro já autografado por ele. Haha
Foi um ano muito divertido apesar dos apesares, espero que possamos continuar com um 2012 melhor ainda!
Beijo e feliz ano novo!

Denise Ayres disse...

Bru, obrigada por me lembrar de mais um mico literário, mas o do Maurício foi só o MAIOR!!

hauiauia

Ps: lembrar de escolher melhor as amizades em 2012n hauhaui

Alexandre José disse...

Dê, adorei o post! Fico lindo!
Realmente Emily é amor <3 não tenho dúvidas quanto a isso! rs
Um feliz 2012, muita felicidade, saúde, paz e tudo de bom, que Deus possa te abençoar cada dia mais!
Foi muito bom te conhecer nesse ano! :)
Um super beijo para ti e até 2012!!

Camila Candomil disse...

Hahahaha eu ri muito com a história do Maurício de Souza!
Muito legal, adorei! Em 2012 quero muito ir à Bienal, deve ser incrível! *-*

Beijinhos,
Camila Candomil
Seleção Literária

Luks Vieira disse...

Esse encontro com Maurício de Souza deve ter marcado o ano passado em!?
Att.,
Luks

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)