quinta-feira, 11 de agosto de 2011

O Garoto da casa ao lado - The boy next door - Meg Cabot

O Garoto da casa ao lado - The boy next door
Editora: Record
Autor: MEG CABOT
ISBN: 9788501066176
Ano: 2008
Edição: 9
Número de páginas: 394

Último livro da série "Boys" que faltava para eu resenhar.
Adquiri há algum tempo e guardei para um momento especial, pós livro chato.
Certamente foi uma excelente escolha para reacender minha paixão pela leitura.

Mel é uma menina do interior, jornalista, trabalha em um importante jornal de Nova Iorque, New York Jornal.
É sua responsabilidade atualizar os leitores sobre a vida das celebridades, ela escreve a coluna de fofoca.
Nossa menina tem um sério problema para cumprir horários, por isso está sempre recebendo e-mail de advertência da gerente de recursos humanos Amy.
Um dia ela percebe que o cachorro de sua vizinha de porta está latindo muito e resolve averiguar.
Descobre que Helen, a vizinha dona de um cão enorme (dinamarquês) e dois temperamentais gatos, foi atacada e esta desmaiada numa poça de sangue.
Autoridades convocadas, Helen devidamente hospitalizada e animais tratados fazem com que Mel volte ao trabalho.
Esse incidente põe a vida de Mel as avessas.
Com a ausência de Helen que permanece em coma, Mel se sente na obrigação de cuidar dos animais e o "pequeno" cachorro da vizinha possui a necessidade de regularmente visitar os postes das redondezas.
Mel que já estava sob a mira de Amy e de seu editor, passa a ter maiores problemas.
Além de não conseguir chegar no horário de manhã, tem que usar seu horário de almoço para passear com o cachorro e sair correndo da redação para novamente suprir os animais.
Como Mel escreve a coluna de fofocas, ela precisa estar nas festas, nos agitos, em busca das notícias quentes com os famosos.
Como fazer isso tendo o compromisso de passear com um cão cinco vezes ao dia?
Sem contar que sua grande amiga Nadine está as voltas de se casar e ela como madrinha precisa cumprir a agenda.
Desesperada e sem a perspectiva de retorno de Helen, Mel vai em busca do único parente vivo da senhora em coma de 80 anos, seu sobrinho playboy Max.
O problema é que Max está de férias com uma super master top model e não está nem um pouco interessado em deixar sua rotina para assumir as responsabilidades da tia.
Max é esperto e tem um amigo chamado John que lhe deve um favor enorme há muito tempo: chegou a hora de cobrar.
A missão de John é se fazer por Max até que ele retorne das férias ou que a tia melhore.
Max não quer perder a possibilidade de ser herdeiro de Hellen, então não quer a vizinhança pensando que ele é desnaturado.
Por isso, John realmente tem que ser Max enquanto convier.
John é um repórter policial de um jornal concorrente ao de Mel e possui um fetiche por ruivas. 
É de família rica, mas ignora isso tentando sobressair-se por seu próprio talento.
É absolutamente contra a escolha de Max para amenizar o problema da tia, mas possui uma dívida e chegou a hora de pagar.
Lógico que Mel e John se encantam, né?
Até porque Mel é ruiva!! 
Mais um livro encantador de Meg, consolidando-a como uma das minhas autoras prediletas
Este livro faz parte de uma série Boys, que eu li exatamente de trás para frente (culpa da Julianna) todos resenhados aqui no blog:

Todos possuem uma narrativa bem distinta.
Toda informação que temos da história é narrada pelos personagens através de e-mails, msn, palm's, diários.
O humor de Meg é uma marca e sua competência em escrever mocinhos apaixonantes também.
Ainda estou amando John... ai ai ai... suspira...
Mel é uma menina ingênua e encantadora.
O romance é todo meiguinho, sutil e leve.
Precisa ser uma pessoa muito exigente para não se divertir com essa história.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)