quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Filha da Tempestade - Storm Born - Richelle Mead - Dark Swan #1

Filha da Tempestade - Storm Born - Richelle Mead - Dark Swan #1
Editora: Agir
  • Autor: RICHELLE MEAD
  • ISBN: 9788522012091
  • Ano: 2011
  • Edição: 1
  • Número de páginas: 432

Aguardadíssimo lançamento de Richelle Mead, pelo menos por mim.
Fã incondicional dessa diva mega talentosa, que me obriga a usar todos os superlativos que minha mente se faz lembrar.
Há muito tempo ouço o "borburinho" que essa série provoca e os comentários eram unanimes: "melhor série de Richelle"
Desde o princípio, considerei a prerrogativa ambiciosa, afinal, o que pode superar VA?? 
Nem "Bloodlines", nada!
Enfim, entrei no livro cheia de expectativas. (o que é sempre um perigo)
Filha da tempestade é o primeiro volume da série Dark Swan e conta a história de  Eugenie.
Eugenie é uma xamanista de grande prestígio que ganha a vida espantando tudo que é sobrenatural para o outro mundo.
Sim, seres como fadas, reis, duendes, metamorfos ambicionam a vida entre os humanos e eles estão longe de ser dóceis e bucólicos como conhecíamos.
Cabe a Eugene mandá-los para o "outro mundo", simples assim, outro mundo.
Eugene é forte, uma das mais fortes xamanistas e é amplamente temida pelos sobrenaturais.
Tentando preservar sua privacidade sempre usou o codinome Odile, mas algo está agitando o mundo das fadas e não sabemos como, mas todos parecem saber quem é Odile, sua verdadeira identidade.
As coisas ficam tensas na vida de nossa mocinha no dia que ela é contratada a resolver um caso extremo.
Uma menina de quinze anos sequestrada e levada para o outro mundo, um local completamente desconhecido e onde as forças de Eugene não são plenas, mas de seus inimigos são.
Eugene tem muitos inimigos e tudo indica que é uma grande cilada e que a pobre menina é apenas uma isca!
Dias antes de sua partida, numa noite solitária, Eugene resolve ter uma noite social comum e vai a um barzinho.
Nesse momento, ela conhece um exótico homem chamado Kiyo, passam uma noite sexy e tumultuada.
Após essa noite, Eugene não consegue tirar Kiyo da cabeça, mesmo desconfiando do que ele realmente é.
A missão de resgate ao outro mundo é bastante dura e complexa e traz a tona um grane segredo.
Nossa heroína está muito mais ligada ao mundo e seres que despreza, que foi treinada a caçar, do que gostaria.
Esse é um livro introdutório a saga do Cisne Negro.
Richelle é reconhecidamente competente em criar personagens marcantes e nossa Eugene é digamos, no mínimo, destemida.
A meu ver chega a ser um pouco arrogante em relação ao seu poder xamã.
A narrativa é densa, complexa, são vários temas e personagens sendo apresentados intensamente.
Talvez por isso, em alguns momentos fiquei cansada, a leitura não fluiu como esperava, ou talvez por justamente esperar demais essa impressão se fixou.
Enfim, de um modo geral temos vários personagens interessantes, a história é boa e ainda tem muito a nos revelar.
Richelle comprova mais uma vez seu talento em desenvolver mitologias e,  obviamente, já estou na expectativa em ler o segundo volume, que deve demorar.
Agradeço a Agir que manteve a capa e o título original (amém!), a revisão também foi boa e os termos principais fielmente traduzidos.
A série de VA também começou um pouco tenso, mas quando fluiu me enlouqueceu.
Portanto, mantenho minha opinião de que TUDO que essa musa escreve merece ir para estante.
Agora é esperar, temos GK, Blodlines e DS em andamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)