domingo, 24 de julho de 2011

Amante Eterno - Lover Eternal - IAN vol 2 - J.R.Ward

Amante Eterno -  Lover Eternal
Editora: Universo dos Livros
Autor: J.R. WARD
  • ISBN: 9788579300844
  • Ano: 2010
  • Edição: 1
  • Compre aqui:
  • *Cultura

  • Após a leitura compulsiva de "Amante Sombrio" emendei desesperadamente no segundo volume "Amante Eterno" e.... fiquei sem palavras!
  • J.R.Ward escreveu uma mitologia própria e acompanhamos uma guerra,  onde o guerreiros da Irmandade da Adaga Negra lutam para defender os vampiros dos morto-vivos redutores.
  • É uma luta constante e a morte está sempre a espreita.
  • O enfoque desse segundo volume é Rhage.
  • Rhage é o irmão guerreiro mais forte do grupo.
  • Com uma beleza escruciante (por isso apelidado de Hollywood), nosso mocinho detém um temperamento perigoso e como sempre foi impulsivo e inconsequente sofreu um castigo da virgem escriva .
  • Tal castigo consiste em toda vez que ele se descontrola emocionalmente perde o controle de sua forma.
  • Isto é, deixa de ser o lindo e charmoso Rhage e vira uma besta enorme parecida com um dragão.
  • Se isso só já não fosse uma inconveniência, o processo todo é muito doloroso e Rhage leva horas a se recuperar da metamorfose, sofrendo e gemendo de dor. 
  • Na tentativa de evitar a metamorfose, Rhage submete seu corpo ao esgotamento físico, com lutas, treinamentos e sexo casual.
  • Mary é uma moça que acompanhou o adoecimento e morte de sua mãe, depois descobriu que estava com leucemia, se submeteu a um tratamento longo mas que aparentemente gerou resultados, infelizmente não permanentes e a doença retorna.
  • Vive numa casa agradável, possui empregos que a tomam o dia e a noite, tudo em prol de não encarar a solidão e os problemas do dia a dia.
  • Mary é voluntária em um serviço de ajuda a depressivos e suicidas e esse trabalho atrai John para seu universo.
  • Nem Mary nem John sabem, as John não é humano, está próximo de seu período de transição e quem entende isso é a vizinha Bella (que é uma vampira).
  • Bella chama a Irmandade, pois percebe que John possui tatuagens que remetem aos guerreiros.
  • John  possui limitações, ele não fala, Mary acaba mergulhando nesse mundo desconhecido dos vampiros para ajudá-lo e é assim que conhece Rhage.
  • Apesar de sua aparência modesta, Rhage fica absolutamente fascinado pela humana, sua voz acalenta sua alma e sua dor.
  • Os problemas são muitos: são de mundos diferentes, estão no meio de uma guerra, Mary está doente e suas chances inexistem, Raghe sempre que se aproxima de Mary sente a besta prestes a surgir...
  • Mas, o que é o amor??
  • Rhage sabe que seu tempo com Mary é curto, que ela está a caminho do fim, mas tudo o que deseja é ampará-la e aproveitar o tempo que eles ainda tem.
  • Obviamente que Mary não quer que ele acompanhe seu sofrimento, então a situação é tensa.

  • Sei que estou sendo repetitiva, mas como é fascinante essa história.
  • Além de sensual, ela nos remete ao suspense, ao drama, as emoções ficam a flor da pele.
  • Ward não perde o ritmo, sua narrativa é envolvente e rápida.
  • Não preciso dizer que estou completamente viciada nesses guerreiros, né?
  • Algo a ser observado é que como cada livro enfoca um guerreiro, portanto é possível ler individualmente.
  • Se você foge de séries pelo longevidade delas, pode conhecer a história de um dos guerreiros apenas.
  • Claro que se você ler em sequência saberá o que aconteceu posteriormente com o guerreiro do livro anterior e eu ainda não sanei meu amor pelo lindo e charmoso Wrath.



              4 comentários:

              Vanessa Vieira disse...

              Parabéns pela resenha Denise! Muito em breve pretendo ler Irmandade da Adaga Negra. Beijos!

              Thays disse...

              irmandade *--* faz um tempão que eu digo que essas histórias são viciantes! 'haha
              acho bonito o amor do Rhage com a Mary, mas acho ela tão sem sal! mas mesmo assim a história é muito boa, e não dá pra parar de ler
              adorei sua resenha!

              Babi Lorentz disse...

              Ô meu Deus, Dê!
              Tô doida pra ler os livros dessa série (e olha que ainda nem li essa sua resenha pra não ler spoilers!)
              Beijos

              Denise Ayres disse...

              Pode ler sem medo!
              Não tem spoiler.

              =**

              Postar um comentário

              Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)