terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Sushi

Sushi

  • Editora: Bertrand Brasil
  • Autor: MARIAN KEYES
  • ISBN: 8528610772
  • Ano: 2004
  • Edição: 5
  • Número de páginas: 574


Mais um maravilhoso livro da Marian Keyes!!! Aiaiai
Daqueles que a gente termina e suspira. 
Enquanto está lendo ri e rói unhas.
Em "Sushi", conhecemos a história de três mulheres: Lisa, Clodagh e Ashiling.
Mulheres bem diferentes que tem suas histórias entrelaçadas.
Lisa é editora de revistas em Londres.
Uma editora muito competente, que sonha em ir trabalhar em NY, mas os planos de seus superiores não são os mesmos dela e ela é enviada a Dublin para lançar uma revista nova.
Decepcionada e apavorada com o desafio de começar uma revista do zero, ela se entrega nesse projeto por completa falta de opção. 
Já tem alguém no seu lugar em Londres e ela não tem o que fazer, ou aceita o "desafio" ou distribui curriculum, o que seria humilhante.
Seu novo chefe é Jack Devine, um homem bonito, porém fechado, desleixado e namorado de estonteante e temperamental Mai. 
Um grande incentivo a sua permanência em Dublin, já que Lisa fica hipnotizada por ele.
Seu braço direito é a inexperiente, insegura e ansiosa Ashiling. 
Uma moça meiga, prestativa e sozinha. Até que conhece o humorista egocêntrico do Marcus Valentine.
A melhor amiga de Ashiling é Clodagh, uma mulher que tem a vida dos contos de fada. 
É linda, tem um marido lindo, filhos lindos, uma casa maravilhosa e dinheiro para gastar. 
Mesmo assim está super entediada e depressiva.
"Sushi" é história da busca pela felicidade dessas três mulheres e das conseqüências dessa mesma busca.
Marian Keys é incrivelmente sensível e perspicaz, compreendendo e elaborando sobre as mazelas e complexidades dos relacionamentos humanos de forma magistral.
Sei, sei... sei mesmo, que sua narrativa divaga exageradamente sobre aspectos secundários ou mesmo irrelevantes da história, mas esse é o estilo da autora.
Assim como em "Tem alguém aí?" levei mais da metade do livro para entrar no ritmo e olha que o livro tem 558 páginas! 
Mas quando você entra na história a experiência é divina. 
Isso só comprova o quanto é importante ler um livro até o fim.
O final desse livro é profundamente surpreendente e eu, particularmente, amei.
Lisa que durante boa parte do livro foi, para mim, uma moça superficial, exigente e insensível. Conquistou por completo minha simpatia.
Ashliling, essa sim, precisava de uma boa sacudida, já que era irritantemente insegura e serviçal. Sob meu olhar, é uma moça pura e extremamente ingênua e nessa situação, nada melhor que um baque para força-la a amadurecer e conquistar seu espaço.
Já Clodagh é mesquinha, egoísta, individualista e desleal. Conquistou de forma irrevogável minha antipatia. Seu tédio não justifica suas escolhas.
Jack Devine é o grande galã da vez. Bruto e ao mesmo tempo sensível, apaixonante. Suas atitudes são surpreendentes.
Marcus Valentine?? Que vontade de dar com a cabeça dele na parece!
Meninas, se acham que tem spoilers, não tem, fiquem beeem tranquilas.
Enjoy!

4 comentários:

Vanessa News disse...

Parabéns pela resenha Denise! Muito em breve pretendo ler Sushi.Beijos!

Babi Lorentz disse...

Infelizmente, não penso o mesmo que você. Não gostei nada nada do livro (foi uma das minhas piores leituras de 2010, pra falar a verdade). Mas valeu conhecer sua opinião.
Beijo

Denise Ayres disse...

Obrigadão, Vanessa!!

Babi, eu vi que tu não gostou, mas até a metade me arrastei tb, depois me empolguei.

Gosto é mto particular mesmo, né?? (e olha que costumo estar em sintonia contigo haha)

Jaqueline de Marco disse...

Oie, Dê! Adorei seus comentários, como sempre... mas não gostei desse livro. Achei cansativo, os personagens meio clichês. Não sei pq isso já que comecei a ler Melancia e gostei da escrita da Marian.
Anyway... te indiquei um selinho!!!
http://www.naprateleira.com/2011/02/selo-premio-sunshine-awards.html
Beijinhos, Dê! Fica com Deus, querida!

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)