sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Morto até o Anoitecer

Morto até o Anoitecer
Autor: CHARLAINE HARRIS
ISBN: 9788577480234
Origem: Nacional
Ano: 2007
Edição: 1
Número de páginas: 316 




Interessante como somos singulares, não??
Li tantas críticas sobre esse livro que pensei até em colocá-lo a venda em sebo... mas como não sou covarde, resolvi me aventurar na leitura e por incrível que pareça eu gostei.
Nessa obra conhecemos a história de amor de Sookie e Bill. 




Sookie é humana, garçonete, não tem mais seus pais, vive com sua avó e tem um irmão que não mora com elas. Sua principal característica é um estranho dom, com o qual nasceu, a telepatia. Um dom que a faz ser considerada louca pela pequena cidade em que mora, ela é atormentada constantemente pelo pensamentos das pessoas que se aproximam.
Bill é um vampiro que deseja muito voltar a sua cidade natal e se ambientar entre os humanos.
Nessa sociedade os humanos tem total conhecimento dos vampiros. 
Seres esses, que segundo divulgado, eram humanos que foram contaminados com um estranho vírus que modificou sua condição... é os autores estão mesmo querendo cada um escrever sua versão vampireca!
O casal se conhece no bar que a nossa protagonista trabalha e no mesmo dia Sookie o salva de ser drenado por miliantes, que roubam o sangue de vampiros para vender no mercado negro, acredita-se que o sangue dos vampiros tenha propriedades curativas e afrodisíacas.
A chegada de Bill coincide com misteriosos crimes que ocorrem em Bon Temps, algo que provoca uma revolta popular...
O livro é envolto em mistérios, amor e sexo, aliás bastante sexo.
Podemos considerar que não é um livro Teen, é mais adulto, pois as descrições são por vezes bastante picantes.
Nossa Sookie é muito irritante, ela se aproxima de Bill, toma a iniciativa em beijá-lo e amá-lo, mesmo assim, ela constantemente tem crises de "não é bem o que quero" versos "eu o amo muito", coisa que me deixou bastante irritada.
Nosso Bill é sensual, sexi, superprotetor e compreensivo com as crises pré adolescentes de Sookie, claro que me apaixonei por ele, apesar de que de todos os livros de vampiros que li ele, é o mais sombrio dos representantes da turma .
Bem, é raro eu dizer que um livro não é bom. 
Mas de fato gostei desse livro, achei as crises entre o casal bem fundamentadas em fatos.
Não é meu livro favorito no gênero, mas valeu o custo e o tempo empregado.

3 comentários:

Leituras Fantásticas disse...

Huuuum, o livro parece ser boom. Estou de olho nele já faz um tempinho... quem sabe não entra para minha lista de leitura? Gostei muuito da sua resenha!
Um beijo!

Mag disse...

essa Sookie aí parece eu..... não se irrite com ela tadinha! ela só deve estar confusa!! hehe
adoro ler suas resenhas!
;*

Babi Lorentz disse...

Também achei a Sookie um saco. Na série ela não é tanto a Sookie do livro, hahaha.

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)