domingo, 1 de agosto de 2010

A Sombra do Vento


A Sombra do vento 
Editora: Objetiva 
Autor: CARLOS RUIZ ZAFON 
ISBN: 9788560280094  
Ano: 2007  
Edição: 
Número de páginas: 399 


O livro inicia com Daniel, um menino de 11 anos, que estava triste por não se recordar da face da mãe, já morta.
O pai, um zeloso livreiro, ao presenciar tal cena o convida a conhecer um lugar que mudaria para sempre a sua vida: “O cemitério dos livros esquecidos.”
O lugar, conhecido por um grupo muito seleto, possui regras rigorosas, que que incluem o sigilo de sua existência.



Nesse lugar, um verdadeiro labirinto de estantes, Daniel é convidado a apadrinhar uma obra.
Para isso, ele percorre os vários corredores e aleatoriamente resgata do esquecimento uma obra de título “A sombra do vento”.
Chega em casa empolgado e já começa a leitura, sendo que essa, se estende até o amanhecer. Fecha o livro extasiado (do mesmo jeito que eu mesma fechei o meu, hehe) e mais curioso do que nunca na vida por mais informações e outras obras desse autor.
O desconhecido autor, Julian Carax, completamente incógnito por sua obra possui outros livros publicados e igualmente ignorados.
Daniel se vê completamente obcecado por mais informações e descobre, que igualmente obcecado, há um sujeito que sistematicamente persegue os exemplares escritos por Julian e os queima. Percebe-se com o provável único exemplar restante de sua obra.
Em sua busca de início aparentemente inocente, Daniel descobre que tanto ele quanto os que ama correm sérios perigos e em sua sabatina descobre as mais escusas histórias que a elite espanhola tentou esconder.
Conforme sua investigação sobre a vide Carax avança, Daniel percebe que todo o mistério envolvendo esse autor gira em torno de um romance que o mesmo teve em sua adolescência.
A trama se desenrola, em uma Barcelo das décadas de 40 e 50, com um menino que se torna homem e que também se descobre da iminência de viver seu grande amor. A história de Daniel e de Carax se mistura de tal forma que chegamos ao ponto de não saber por qual via ansiamos mais informações.
Ao fechar o livro à sensação que tive foi a da perda de um grande amigo, aquele que levaremos na nossa memória por toda vida e creio que o livro causou em mim o mesmo efeito que o seu “A sombra do vento” causou no personagem Daniel.
Com certeza um dos livros mais tocantes que li em minha vida, um memorial a quem é apaixonada por livros como eu.
Lamento não ter como expressar de forma justa o que há nesse livro, pois alguns sentimentos não podem ser traduzidos em palavras.
Desejo, profundamente, que tenham o mesmo deleite que tive quando entrarem nesse universo paralelo de “A sombra do vento”.

4 comentários:

Sadija disse...

Pela maneira empolgante como você descreve sobre este livro me deixa com vontade de largr tudo para lê-lo.
Depois te direi minhas impressões também. Grata pela dica. Bjos.

davi disse...

Nossa que livro heim, hehehe deve deixar a gente com o coração na mão na hora de ler, muito bom.
Adorei denise!!

Laís disse...

Esse livro com certeza já está no meu top 5 !

Elaine Cristina disse...

Adorei esse livro quando eu li....lendo a tua resenha me pegá-lo pra ler de novo....beijos dê!

Postar um comentário

Comentários preconceituosos e desrespeitosos serão ignorados. Manifeste sua opinião com educação. =)